Da Redação
Do Mais Goiás

Policial militar ferido em perseguição na BR-060 passa por cirurgia no Hugo

Segundo a PM, o outro suspeito, que fugiu durante a ocorrência, morreu após troca de tiros com outros policiais militares

Homem morre atropelado por moto ao atravessar a BR-153, em Goiânia
Homem morre atropelado por moto ao atravessar a BR-153, em Goiânia

Um dos quatro policiais militares que ficou ferido na perseguição na BR-060 passou por cirurgia no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), na tarde desta quarta-feira (8). Segundo a Polícia Militar (PM), o procedimento foi feito na cabeça e o estado de saúde do policial é regular.

Ainda de acordo com a corporação, a cirurgia aconteceu dentro do esperado, o policial está consciente e passa por avaliação para alta médica. No mesmo dia, o segundo suspeito, que conseguiu fugir, morreu. A PM destaca que ele trocou tiros com outros policiais militares, em Teresópolis de Goiás. O nome, idade e nem se o suspeito tinha passagem  não foram divulgados pela corporação devido à Lei de Abuso de Autoridade.

Relembre o caso

De acordo com a Rotam, após receber uma denúncia anônima, uma equipe passou por um GM Cruze na rodovia, próximo ao Parque Ecológico Altamiro de Moura Pacheco. O veículo havia sido roubado no último dia 21 de dezembro. O condutor não teria obedecido à ordem de parada dos policiais e em seguida atirado contra a equipe e fugido do local.

Nas proximidades do posto fiscal da Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele teria jogado o veículo contra a viatura. A corporação alega que houve nova troca de tiros e ele foi baleado. O suspeito morreu na hora. Segundo informações da Rotam, ele já possui passagens por tráfico, homicídio, roubo e receptação. O rapaz tinha 19 anos.

Com o impacto da batida, quatro policiais ficaram feridos. Eles foram socorridos e encaminhados ao Hugo. Três deles passaram por avaliações médicos, foram medicados e liberados no mesmo dia.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal www.EMAISGOIAS.com.br pelo WhatsApp (62) 98272-3896 ou entre em contato pelo (62) 3259-6500