Estadao Conteúdo

Policial mata homem negro em seu carro na frente da mulher e do filho nos EUA

Philando Castile, de 32 anos, era supervisor em uma lanchonete. Assassinato reacende debate racial nos Estados Unidos

Um policial do Estado de Minnesota matou um homem negro que estava em seu carro com a mulher e o filho na noite de dessa quarta-feira (06/07), disseram autoridades locais. A cena foi gravada pela mulher e foi bastante compartilhada nas redes sociais.

No vídeo, ela aparece filmando um homem cuja camiseta está ensopada de sangue e dizendo “a polícia acabou de atirar em meu namorado se nenhuma razão aparente”

O delegado interino de polícia de St. Anthony, Jon Mangseth, afirmou que o incidente começou quando o oficial parou um veículo no subúrbio de Falcon Heights, perto das 21h (horário local). Não se sabe o motivo dos disparos.

A divulgação do vídeo levou vários grupos de pessoas para as ruas, incluindo familiares do homem morto, identificado como Philando Castile, que tinha 32 anos e trabalhava como supervisor de lanchonete de uma escola em St. Paul.

Em entrevista à CNN no início da manhã desta quinta-feira (07/06), a mãe de Castile afirmou suspeitar que nunca iria saber o motivo real da morte de seu filho.

Dois dias antes, em Baton Rouge, capital de Louisiana, Alton Sterling, negro de 37 anos, foi assassinado pela polícia, que o baleou na certeza de que ele estava armado. “Episódios como esse minaram a confiança entre os departamentos de polícia e as comunidades às quais servem”, afirmou nessa quarta-feira a candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton.