Do Mais Goiás

Policial acusado de matar jornalista Valério Luiz é baleado em bar de Goiânia

Ademar Figueiro passou por cirurgia e está internado no Hugo; estado de saúde é considerado estável. Ele e outros quatro acusados de participação na morte do radialista têm julgamento marcado para junho

O sargento apontado como autor dos disparos que mataram o jornalista Valéria Luiz foi baleado por engano durante briga entre um soldado da corporação e um cliente de um bar (Foto: SES/ Divulgação)
Segundo o hospital, 19 profissionais já foram contratados e 50 novas contratações serão feitas até a próxima segunda-feira (Foto: SES/ Divulgação)

O sargento da Polícia Militar (PM) apontado como autor dos disparos que mataram o jornalista Valério Luiz, em maio de 2012, foi baleado por engano durante briga entre um soldado da corporação e um cliente de um bar em que o baleado estava com a família. Caso ocorreu na noite deste sábado (29), no Jardim Bela Vista, em Goiânia. Ademar Figueiredo Aguiar Filho passou por cirurgia e está internado no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Estado de saúde é considerado estável.

Segundo consta na ocorrência registrada pela Polícia Militar (PM), o soldado, cujo nome não foi revelado, estava de folga. Ele teria provocado a discussão. Durante a briga, o soldado, de acordo com o relato, efetuou três disparos contra o rapaz. Os tiros, no entanto, acabaram atingindo o sargento Ademar, que não estava envolvido na situação.

Ele foi socorrido e encaminhado ao Hugo. O autor dos disparos teve sua arma apreendida pela PM. Ademar, em 2012, teria sido autor dos disparos quem mataram o radialista Valério Luiz no Setor Serrinha. O julgamento dele, e de outros quatro acusados por este crime está previsto para acontecer no próximo mês de junho.