Córeia do Sul

Polícia sul-coreana confunde boneca inflável com cadáver

Após uma segunda verificação, os policiais se deram conta que não se tratava de uma mulher, mas de uma réplica de borracha




//
//

A Polícia da Coreia do Sul desdobrou um dispositivo de 50 agentes na periferia de Seul ao encontrar um suposto cadáver que, na verdade, era uma boneca inflável. As informações são da agência EFE.

“A textura da pele (da boneca) era tão similar à de uma pessoa real que, quando o agente a tocou, a confundiu com um corpo humano”, declarou um representante da polícia ao jornal local “Donga”, em relação ao insólito fato que aconteceu no domingo passado na cidade de Yangju, ao norte da capital.

Tudo começou quando a polícia recebeu a ligação de um cidadão que tinha avistado o que aparentava ser o corpo de uma mulher em um canal de irrigação da região.

O “corpo” usava meias nas pernas e estava atado com fitas azuis, o que levou a polícia a suspeitar imediatamente de um possível assassinato.

Deste modo, após a comprovação tátil de um dos agentes, se desdobrou um dispositivo de 50 policiais, segundo relata o jornal.

No entanto, após uma segunda verificação, os policiais se deram conta que não se tratava de uma mulher, mas de uma réplica de borracha fabricada no Japão.

O jornal indicou que este modelo de brinquedo sexual começou a ser importado do país vizinho há uma década e não só é vendido em lojas de produtos para adultos, mas também alugado por clientes de motéis para serviços sexuais.