Operação Guardião

Polícia realiza ação de combate ao tráfico de drogas na região leste de Goiânia

Objetivo do trabalho é coibir as chamadas “bocas de fumo”. No total, foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão e realizados quatro flagrantes




As polícias Civil e Militar realizaram na manhã desta quinta-feira (03), ações de combate ao tráfico de drogas na região leste de Goiânia. O objetivo deste trabalho integrado foi coibir o chamado “tráfico doméstico”, também conhecido como “bocas de fumo” no local. As ações fazem parte da Operação Guardião, deflagrada pela Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), lançada na última segunda-feira.

No total, foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão e quatro apreensões de tráfico em flagrante. Mais de 20 equipes policiais participaram das ações. De acordo com o comandante de Policiamento da Capital, tenente-coronel Ricardo Rocha, além do tráfico de drogas, os locais abordados fomentam outros crimes na região, como assaltos e roubos à residências.

Segundo o comandante, ações como essa contribuem, de forma decisiva, com a redução dos índices de criminalidade. “Estamos agindo de forma enérgica contra o crime para garantir cada vez mais segurança para a população”, explicou.

Operação Guardião

Há quatro dias as forças de segurança goianas intensificaram o combate à criminalidade em Goiânia e região metropolitana. A operação, sem data para o encerramento, faz parte de um conjunto de estratégias elaborado pela área de inteligência e de ações integradas, com apoio de cada uma das polícias. São 1,5 mil integrantes da Polícia Militar em 300 viatura, 280 da Polícia Civil, além do Corpo de Bombeiros, Polícia Técnico-Científica, Procon-GO e Superintendência de Administração Penitenciária.

Balanço da PM também aponta que, entre os dias 31 de outubro e 1º de novembro, a operação apreendeu 13 armas de fogo, recapturou 16 foragidos, recuperou 33 veículos roubados, além de 37 flagrantes e sete Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCOs) por crimes de menor potencial ofensivos. Também foram presos criminosos especializados no roubo de veículos e furtos a residências.