Jessica Santos
Do Mais Goiás

Polícia quer saber quem mandou matar pecuarista em São Miguel do Araguaia

Na quarta-feira (4), quatro pessoas suspeitas de participarem do crime

Suspeito de mandar matar Agno Rainere é solto após habeas corpus
Suspeito de mandar matar Agno Rainere é solto após habeas corpus

Depois de prender quatro suspeitos de envolvimento no assassinato do pecuarista Agno Rainere, de 42 anos, em São Miguel do Araguaia, a Polícia Civil agora concentra esforços nas diligências para descobrir quem foi o mandante do crime. É o que diz nota divulgada pela polícia na manhã desta quinta-feira.

Detalhes do caso só serão informados à imprensa após a conclusão das investigações. Uma coletiva de imprensa deve ocorrer na sexta-feira (6) para a expor o que for apurado até o dia.

Local em que o pecuarista foi assassinado (Foto: Polícia Civil)

Local em que o pecuarista foi assassinado (Foto: Polícia Civil)

O crime

O empresário Agno Rainere foi morto a tiros no último dia 30 de setembro, quando a vítima entrava a pé na empresa em que trabalhava. No dia do homicídio, o pecuarista foi seguido por um homem que estava em uma moto.

Pelas costas, o suspeito, que não tirou o capacete, disparou mais de três vezes contra a vítima. O empresário morreu na hora. O crime causou grande comoção na cidade, uma vez que, segundo parentes e amigos, Agno era conhecido por sua cordialidade e não tinha inimigos.