Carga roubada

Polícia prende sete pessoas com carga roubada da Friboi

Com eles, os policiais recuperaram 21 toneladas de carne Friboi roubadas no final do ano em São Paulo e quatro toneladas de queijo





//

Após duas semanas monitorando suspeitos, agentes da Delegacia Estadual de Repressão ao Roubo e Desvios de Cargas (Decar) prenderam sete homens acusados de roubar e repassar cargas roubadas de alimentos a comerciantes da Grande Goiânia.

Com eles, os policiais recuperaram 21 toneladas de carne Friboi roubadas no final do ano em São Paulo e quatro toneladas de queijo – que foram levadas durante assalto em Nova Xavantina, no Mato Grosso.

Os dois primeiros acusados de roubarem 21 toneladas de carne Friboi em Barretos/SP na última terça-feira (29/12), foram presos no momento em entraram na GO-060, que liga Goiânia à Trindade.

Com a detenção da dupla, que segundo investigações era quem escoltava a carne roubada, os agentes prenderam outros três funcionários de uma distribuidora em Trindade, na região metropolitana de Goiânia, e apreenderam lá dentro 19 toneladas de carne Friboi e quatro toneladas de queijo que são parte de um carregamento de 12 toneladas roubadas na segunda-feira passada (28/12) em Nova Xavantina/MT.

Posteriormente, os agentes seguiram até duas unidades do Supermercado Tend Tudo, uma no Parque Atheneu, em Goiânia, e outra no Setor Santa Luzia, em Aparecida de Goiânia, onde apreenderam mais duas toneladas de carne e prenderam em flagrante mais dois homens.

O próximo passo das investigações, segundo o delegado Alexandre Bruno, titular da Decar, será solicitar nesta segunda-feira (04/12) pela manhã a Prisão Temporária de oito pessoas, que são os donos e gerentes do supermercado Tend Tudo e da distribuidora em Trindade.

“Não temos a menor dúvida de que todos participavam do esquema, já que pagavam 30% do valor comercial da carne. Assim sendo, eles responderão junto com os que já foram presos por roubo, receptação e associação criminosa”, relatou o titular da Decar.

Os nomes e imagens dos sete presos, todos com participação direta no roubo, receptação e distribuição da carne, ainda de acordo com Alexandre Bruno, serão disponibilizados à imprensa durante uma coletiva prevista para acontecer no início desta semana. A operação contou com a participação das três equipes (Alpha, Bravo e Charles) da Decar.