Tentativa de feminicídio

Polícia prende pedreiro que atropelou três vezes a esposa, em Nerópolis

O suspeito, que atropelou a esposa e o cunhado, estava escondido em São Paulo


Ton Paulo
Do Mais Goiás | Em: 26/10/2020 às 19:09:25

Foto: PC
Foto: PC

A Polícia Civil (PC) prendeu um pedreiro de 42 anos acusado de tentar matar a esposa e o cunhado atropelados no início deste mês, no município goiano de Nerópolis. O suspeito foi encontrado em São Paulo e recambiado para Goiás. No interrogatório, ele alegou que cometeu o crime porque o cunhado o “desrespeitou em sua casa”.

O crime aconteceu na noite de 7 de outubro deste ano, em Nerópolis. Segundo a Polícia Civil, por volta das 23h, o homem atropelou sua esposa e o cunhado, irmão dela, que estavam numa moto. O suspeito deu a ré e passou novamente em cima da mulher. Não satisfeito, avançou novamente sobre ela, passando por 3 vezes com o carro em cima da esposa .

De acordo com a polícia,  a vítima, uma mulher de 40 anos, era casada com o pedreiro há 22 anos, com quem teve duas filhas. As investigações apontaram que sofria com o ciúme excessivo do marido e, na noite do ocorrido, comunicou ao homem que sairia de casa.

A vítima pediu ajuda ao irmão, de 37 anos e, após juntar alguns pertences, saiu de casa na garupa da moto com ele. Porém, ainda segundo a PC, o marido acompanhava os passos da esposa e, quando percebeu que ela estava saindo de casa, decidiu matá-la, atropelando tanto ela quanto seu irmão.

Veja o momento do crime:

WhatsApp Video 2020-10-26 at 12.31.32 (1)

As vítimas foram socorridas e levadas ao hospital. A mulher continua internada e seu irmão, cunhado do suspeito, se recupera em casa, após receber alta médica.

A prisão

Após tomar conhecimento do crime, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do suspeito, que só foi encontrado no dia 20 deste mês, na cidade de Barretos, São Paulo.

O homem foi recambiado para Goiás e, hoje, segunda-feira, passou pelo interrogatório. Ao delegado André Fernandes, que investiga o caso, o suspeito disse que cometeu o crime porque o cunhado o havia desrespeitado ao ir embora com a irmã, esposa do homem.

De acordo com o delegado, o suspeito está preso preventivamente e vai responder por tentativa de feminicídio contra a esposa e tentativa de homicídio qualificado contra o cunhado.