Polícia prende matador de aluguel que agiu a serviço de um preso em Rio Verde

Crime não foi consumado porque a vítima conseguiu reagir

A Polícia Civil prendeu, nesta sexta-feira (28), o suspeito de atirar contra Darlan Magalhães Vilela a mando de um preso em Rio Verde, no sudoeste goiano. O investigado entrou, no dia 2 de março deste ano, na casa da vítima e anunciou assalto. Entretanto, a Darlan percebeu que se tratava de uma tentativa de homicídio, reagiu e o atirador fugiu. - Preso suspeito de tentar matar morador de Rio Verde a mando de preso

A Polícia Civil prendeu, nesta sexta-feira (28), o suspeito de atirar contra Darlan Magalhães Vilela a mando de um preso em Rio Verde, no sudoeste goiano. O investigado entrou, no dia 2 de março deste ano, na casa da vítima e anunciou assalto. Entretanto, a Darlan percebeu que se tratava de uma tentativa de homicídio, reagiu e o atirador fugiu.

Desta forma, a vítima conseguiu escapar do atentado. O suspeito chegou a atirar contra Darlan, mas os tiros atingiram seu veículo que estava estacionado na garagem. No momento do crime, havia outras pessoas na residência, mas ninguém se feriu.

Durante as investigações, a polícia descobriu que os disparos aconteceram a mando de um preso de Anápolis, que devia uma quantia em dinheiro para Darlan. Como o encarcerado não gostou da forma como era cobrado, mandou o suposto autor ceifar a vida da vítima.

Sendo assim, a Polícia Civil cumpriu a prisão do atirador na manhã desta sexta-feira. Ele encontra-se detido na unidade prisional de Rio Verde. Já mandante continua preso em Anápolis e também responderá pelo crime.