Polícia Civil

Polícia prende ladrão que aterrorizava moradores do Centro de Goiânia

Luiz Gustavo agia sempre de bicicleta e com uma faca durante abordagens a pedestres




Dado à prática de roubos desde quando menor de idade, segundo a polícia, o morador de rua Luiz Gustavo Barros da Silva, de 18 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (18/07) acusado de assaltar pedestres na região central de Goiânia. O rapaz, que usava uma bicicleta e uma faca para abordar as vítimas, foi apresentado na tarde de hoje no 1º Distrito Policial (DP) de Goiânia.

De acordo com o Delegado Luciano Carvalho Machado Júnior, adjunto do 1º DP, Luiz Gustavo vinha sendo procurado desde fevereiro, quando duas pessoas estiveram na delegacia e informaram terem sido assaltadas por ele. Uma das vítimas, a gestora pública Letícia Rios de Siqueira, foi abordada no último dia 16 de fevereiro na Rua 77 às 10 horas da manhã. “Ele encostou a faca na minha barriga, me tomou o celular e pediu dinheiro. Quando falei que estava sem a bolsa ele me xingou, mandou eu abaixar a cabeça, me empurrou e saiu pedalando. Um morador que presenciou o assalto chegou correndo e falou que ainda bem que eu não reagi, porque senão o assaltante teria me matado, já que vive drogado”, contou a vítima ao MaisGoiás.

Ao puxar a ficha criminal do suspeito, o delegado descobriu que Luiz Gustavo já respondeu por vários furtos, roubos e até um homicídio quando menor de idade. “Nós já tínhamos a qualificação dele e sabíamos que vinha assaltando moradores diariamente por aqui, mas como ainda era menor de idade pouco podíamos fazer. Hoje, porém, a Justiça decretou a prisão preventiva dele e com o apoio da PM conseguimos localizá-lo na Rua 44,” relatou.

O delegado disse ainda que sempre quando percebia a aproximação de policiais o suspeito retirava a bolsa de colostomia que usa e jogava nos policiais como forma de despistar a polícia.

Apesar de apenas duas mulheres terem registrado ocorrência até agora, Luciano Carvalho Machado Júnior disse não ter dúvidas de que após a divulgação da imagem do suspeito preso outras vítimas aparecerão no 1º DP. “Mais de 10 assaltos sem sobra de dúvidas ele praticou só este ano no Centro”, afirmou.

Quando abordado e preso esta tarde, Luiz Gustavo estava drogado e bastante agressivo, tanto que até o final da tarde o delegado ainda não havia conseguido coletar seu depoimento.