Alessandra Curado
Do Mais Goiás

Polícia prende criminosos com apelidos infantis, em Goiás

Não bastasse a falta de respeito ao patrimônio de outras pessoas, bandidos vão de Xuxa a Homem-Aranha, na criatividade criminosa

Fazer cobertura policial é, quase sempre, padecer em notícias enfadonhas e de teor decepcionante. Mas vez ou outra surgem casos caricatos, que merecem uma atenção. O Mais Goiás reuniu aqui alguns dos últimos personagens presos pela Polícia Militar, com apelidos bem estranhos. Desde um gago que rouba carros à ladra de bolsas e carteiras. Xuxa, Homem-Aranha e Rui Sá Silva vêm aí!

E O SALÁRIO, Ó!
Mais uma vez lá estava o gaguinho para se explicar à polícia. O criminoso é um ladrão de carros é conhecido dos policiais que já trabalham há mais tempo na Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DERFRVA). O larápio foi preso pela última vez pelos policiais do Grupamento de Radiopatrulha Aérea (Graer). Os policiais mais jovens sabiam que ele era ladrão das antigas, quando fizeram a abordagem, mas não imaginavam que ele fosse tão gago:

— Tá de sacanagem com a minha cara, né?

— Tô não… O senhor po…Po….Pooode perguntar lá na Furtos e Roubos se eu não sou gago (com muita dificuldade de dizer a frase, pelo nervosismo de cair na cadeia novamente).

O gaguinho tem apelido de Rui Sá Silva, o personagem da Escolinha do Professor Raimundo que era gago; no mundo do crime, tudo dele é em prestação: as passagens, cada uma por delegacia diferente; os cumprimentos de pena, cada um com menos tempo do que o outro e a fala, que não sai uma palavra inteira nem com muita concentração.

XUXUXU XAXAXA
Mais feia que bater em mãe por conta de mistura, outra bandida que já deveria ter crachá de entrada na Central de Flagrantes, é a Xuxa. A ladra, batedora de carteiras profissional, tem a Região Central, entre a Praça Cívica e área do comércio da Rua 44 como ponto de trabalho. Não pode ver uma bolsa dando mole, ou um celular de bobeira na mão, que pega e sai correndo.

Conhecida como Xuxa do Centro, a mulher já tem extensa ficha criminal e é conhecida pelos DPs: batedora de carteira (Foto: PM)

Xuxa já é personagem da literatura policial há uns 20 anos. Na maioria é chamada pelo nome de batismo, Angela Maria Martins dos Santos. Antigamente ela só era apresentada ao 1º Distrito Policial (DP), no Centro de Goiânia. Os policiais, como já sabiam, assim que a mulher chegava, já começavam logo a fazer os procedimentos, para evitar que ela furtasse alguma coisa em cima da mesa. Não era mole não!

PETER PARKER DO CERRADO
A lataria do ladrão de apartamentos nem parece com a do Homem-Aranha. Apesar do apelido ser famoso entre policiais, Frank Santiago Leal é magro igual uma muriçoca. Capaz que seja esse o motivo da facilidade do ladrão em escalar prédios e entrar em apartamentos. Já foi registrado furto em até terceiro andar.

Ladrão de apartamentos é reconhecido pelo apelido de Homem-Aranha, mas não tem nada de Peter Parker: furtos (Foto: PM)

Com um mandado de prisão expedido pela justiça do Distrito Federal (DF), o bandido era considerado foragido. O Peter Parker do Cerrado foi em cana porque a Polícia Militar (PM) de Goiás deu de presente uma pulseira de aço. Só a PM do DF já pegou o Homem Aranha pelo menos 20 vezes pelo mesmo crime de furto em residências. (Por @menezesjairo )