Do Mais Goiás

Polícia investiga compartilhamento de pornografia infantil em seis cidades de Goiás

Cinco pessoas já foram presas em flagrante por compartilharem e armazenarem pornografia infantil

Polícia investiga compartilhamento de pornografia infantil em seis cidades de Goiás
Polícia investiga compartilhamento de pornografia infantil em seis cidades de Goiás (Fotos e vídeos: divulgação/PC)

A Polícia Civil de Goiás cumpriu, na manhã desta terça-feira (4), 10 mandados de busca e apreensão contra suspeitos de armazenarem e compartilharem conteúdos de pornografia infantil pela internet . Até o momento, cinco pessoas já foram presas em flagrante, em seis cidades diferentes do Estado de Goiás.

De acordo com os investigadores, nesta nova etapa da operação chamada de ‘Meu zeloso cuidador’, a polícia está cumprindo mandados nas cidades de Goiânia, Anápolis, Morrinhos, Jataí, Inhumas e Bonópolis.

Polícia investiga compartilhamento de pornografia infantil em seis cidades de Goiás

Cinco pessoas já foram presas em flagrante por compartilharem e armazenarem pornografia infantil (Fotos e vídeos: divulgação/PC)

Em todas essas cidades, a investigação identificou usuários de internet que teriam compartilhado vídeos pornográficos infantis, por meio de softwares específicos para envio e recebimento desse tipo de conteúdo, o que é crime.

Essa operação foi iniciada em 2018 e já cumpriu um total de 93 mandados de busca e apreensão, em 22 cidades do Estado de Goiás, resultando na prisão em flagrante delito de mais de 50 pessoas.

Agora, as investigações vão se intensificar até o dia 18 de maio, data em que se celebra o dia nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil.

Goiânia

Vídeo mostra momento de busca em uma residência na cidade de Goiânia. No local, foram apreendidos computadores, pendrives e câmeras fotográficas.

Jataí

Registro da Polícia Civil durante a operação na cidade de Jataí, no sudoeste de Goiás. Na residência onde aconteceram as buscas, os policiais encontraram diversos filmes pornográficos gravados em CDs.

Anápolis

Durante a operação realizada em Anápolis, a 48 quilômetros da capital, os agentes apreenderam computadores com os supostos vídeos pornográficos infantis e com as informações de compartilhamento.

Operação realizada em Anápolis, a 48 quilômetros da capital (Fotos e vídeos: divulgação/PC)