Polícia indicia 4 pessoas por incêndio criminoso de 12 dias na Chapada dos Veadeiros

As queimadas destruíram uma área de cerca de 28 mil hectares, o equivalente a 28 mil campos de futebol

Polícia indicia 4 pessoas por incêndio criminoso de 12 dias na Chapada dos Veadeiros
O fogo se iniciou no domingo (12), no Vale da Lua (Foto: Divulgação - Bombeiros)

A Polícia Civil concluiu que o incêndio que durou 12 dias na Chapada dos Veadeiros, em setembro deste ano, se iniciou por ação humana. As investigações apontam quatro pessoas responsáveis pelo crimes, todas já indiciadas. Duas delas, teriam cometido o crime de forma acidental (culposa) e outras duas de forma intencional (dolosa). As queimadas destruíram uma área de cerca de 28 mil hectares, o equivalente a 28 mil campos de futebol.

Nos casos culposos, não intencionais, investigadores afirmam que o fogo partiu de “condutas imprudentes” durante o manuseio de materiais de construção. Fogo se alastrou e provocou a queima do condomínio Vale Azul, em Alto Paraíso. Uma das testemunhas relatou que o fogo lhe causou prejuízo de cerca de R$ 150 mil.

Polícia indicia 4 pessoas por incêndio criminoso de 12 dias na Chapada dos Veadeiros

Com a ajuda da chuva, incêndio na Chapada dos Veadeiros é extinto (Foto: Divulgação – PC)

Quanto aos focos gerados supostamente de forma intencional, a PC ressalta que um ocorreu em uma estrada vicinal que liga Alto Paraíso ao Distrito de São Jorge. Outro, mais grave, teve início na Fazenda Cascata. Este último provocou a queima de 14.183 hectares, segundo as investigações.

A polícia não detalhou as razões dos suspeitos de atearem fogo às vegetações.

Os quatro suspeitos irão responder pelos crimes previstos nos artigos 41 e 39 da Lei dos Crimes Ambientais, além do crime de incêndio qualificado previsto no artigo 250, § 1º do Código Penal.

Polícia indicia 4 pessoas por incêndio criminoso de 12 dias na Chapada dos Veadeiros

Em apenas 12 dias a região queimou o equivalente aos últimos 10 anos. (Foto: Divulgação – Bombeiros)

Incêndio de 12 dias na Chapada dos Veadeiros

A vegetação destruída em 12 dias de queimadas na Chapada dos Veadeiros é equivalente a 30% do total de área desmatada de cerrado nos últimos 10 anos.

Na ocasião, mais de 200 pessoas, entre profissionais e voluntários, atuaram para combaterem as chamas.

No entanto, foi apenas após a ocorrência de chuvas no dia 24 de setembro que os focos de incêndio se arrefeceram na Chapada dos Veadeiros.

Ação humana iniciou incêndio de 12 dias na Chapada dos Veadeiros, diz polícia

Investigações apontam quatro pessoas responsáveis pelo crimes, todas já indiciadas (Foto: ICMBio/Divulgação)

O coordenador de combate a incêndios do ICMBio, João Paulo Morita, afirma que o problema dos incêndios florestais está relacionado, sobretudo, a questão social do uso e ocupação do solo, no caso da agropecuária, por exemplo, ou no avanço da urbanização.

“As cidades estão avançando para zonas peri-urbanas e existe ainda um desconhecimento enorme ao que pode causar um incêndio”, diz.