Do Mais Goiás

Polícia cumpre mandado contra grupos extremistas de apoio a Bolsonaro

Mandados foram cumpridos pela Polícia Civil do Distrito Federal

A Coordenação Especial de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Cecor), da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), cumpriu neste domingo (21), mandado de busca e apreensão em uma chácara do grupo QG Rural, extremistas ligados ao 300 do Brasil, apoiador do presidente Jair Bolsonaro. Os investigadores apuram a prática de supostos crimes de milícia privada, ameaças e porte de armas.

Foram apreendidos fogos de artifício, anotações com planejamento de ações e discursos, cartazes, celulares, um facão, um cofre, e outros materiais destinados a manifestações. A chácara ficava na região de Arniqueira, em Águas Claras, a cerca de 20 quilômetros da Praça dos Três Poderes, em Brasília.

Duas casas eram usadas como base de apoio dos grupos e havia barracas instaladas no terreno. O imóvel tem câmeras de segurança que cobrem toda a sua extensão. Participaram da operação 30 policiais da Cecor, da Divisão de Operações Especiais e da Divisão de Operações Aéreas.