Justiça

Polícia conclui inquérito e indicia marido de Caroline Bittencourt por homicídio culposo

A modelo morreu ao cair de uma lancha durante um vendaval que atingiu o litoral norte de São Paulo no dia 28 de abril.


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 17/08/2019 às 07:15:02

Jorge e Caroline casaram em janeiro desse ano (Foto: Reprodução/ Instagram)
Jorge e Caroline casaram em janeiro desse ano (Foto: Reprodução/ Instagram)

A Polícia Civil concluiu, nesta sexta-feira (16), o inquérito sobre a morte da modelo Caroline Bittencourt. O marido dela, o empresário Jorge Nogueira Sistini, foi indiciado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. As informações são do G1.

O documento foi encaminhado ao Ministério Público. Se a denúncia foi oferecida, Sistini vai responder judicialmente pela morte da modelo. A promotoria pode solicitar novas diligências ou indicar o arquivamento do caso. Caso seja condenado, o empresário pode pegar de seis meses a vinte anos de detenção.

O delegado Vanderlei Pagliarini de Almeida Filho, responsável pela investigação, considerou que o empresário, piloto do barco, agiu de forma imprudente ao atravessar o canal entre São Sebastião e Ilhabela, no litoral paulista, em condições de tempo ruim. Caroline caiu da lancha durante um vendaval que atingiu a região em 28 de abril.

O proprietário da lancha, em depoimento, disse que avisou Jorge sobre as condições climáticas. O inquérito policial ainda afirma que o empresário foi negligente por não aconselhar ou exigir que a esposa usasse o colete salva vidas.