Caso e Polícia

Polícia Civil prende pai que espancou filha de 3 anos

A prisão aconteceu na noite desta quarta-feira





//

Polícia Civil de Franco da Rocha, em São Paulo, capturou na noite desta quarta-feira (30/12) o morador da cidade que aparece em um vídeo gravado por sua esposa espancando a filha de três anos. A prisão ocorreu em Francisco Morato, no interior de São Paulo.

David Vargas, como foi identificado o acusado, estava na casa de uma namorada, informaram policiais de Franco. Ele estava com mandado de prisão temporária decretada pela Justiça e deve passar cerca de 30 dias atrás das grades.

O vídeo, de cerca de 25 segundos de duração, circulou pela internet e causou comoção em muitos que o assistiram. Postagens no Facebook, reprovando a ação do pai, também atingiram número alto. Sites e programas de TV também o veicularam, o que fez com que as imagens do espancamento se espalhassem por todo o Brasil.

Nesta quarta-feira (30), policiais da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), Roubo de Carga e Garra, da Seccional de Franco da Rocha, trabalharam em conjunto para localizar e prender Vargas, que teve ainda nesta quarta-feira (30) o mandado de prisão decretado pela Justiça.

“Foi feito um serviço de inteligência para descobrir o paradeiro dele. Apuramos, então, que estava na casa de uma mulher com quem mantém relacionamento e fomos até lá para prendê-lo”, disse o policial Bira, que também se disse revoltado com as agressões cometidas pelo homem contra a filha pequena.

O vídeo, de 26 segundos, mobilizou internautas de todo o país ao mostrar imagens impressionantes: a menina chora enquanto pede ao pai, que avança sobre ela agressivamente, que não a agrida. “Não”, grita a pequena várias vezes, desesperada. O homem não se comove e golpeia a menina com um cinto por 12 vezes, enquanto a mãe filma a cena, sem se deixar coagir pelo homem. O caso, que viralizou nas redes sociais, mobilizou a Polícia Civil de Franco da Rocha, em São Paulo, que intensificou as buscas pelo agressor.