Feminicídio

Polícia Civil prende homem que tentou matar a companheira em Valparaíso

Jonathan Araújo de Oliveira não se conformou com o fim do relacionamento e esfaqueou a mulher. Ele ainda disse que só não matou a vítima porque a faca quebrou

Cidades

Thais Lobo
Do Mais Goiás | Em: 02/03/2017 às 20:53:12


Jonathan Araújo de Oliveira disse, em depoimento, que não matou a mulher porque a faca usada por ele quebrou. (Foto: Polícia Civil)
Jonathan Araújo de Oliveira disse, em depoimento, que não matou a mulher porque a faca usada por ele quebrou. (Foto: Polícia Civil)

Policiais civis da Delegacia Especial de Atendimento á Mulher (Deam) de Valparaíso, no Entorno do Distrito Federal, cumpriram mandado de prisão temporária nesta quinta-feira (2) e prenderam Jonathan Araújo de Oliveira, de 21 anos. O homem é investigado por tentar matar a companheira por ter ficado inconformado com o fim do relacionamento.

Segundo a delegada Ísis Leal, responsável pelo caso, o casal teria discutido no dia 16 de dezembro do ano passado, quando a vítima terminou o relacionamento. Inconformado, Jonathan disse que, se a mulher não fosse dele, não seria de mais ninguém, ocasião em que pegou uma faca e investiu contra a companheira, atingindo-a nas costas por três vezes.

Depois dos golpes, ainda de acordo com a delegada, a mulher caiu de bruços no chão, já desacordada. Jonathan então puxou-a pelos cabelos e a esmurrou no rosto. Achando que esposa estava morta, o homem fugiu de casa. A vítima foi socorrida por vizinhos e sobreviveu.

Após a prisão feita pela Polícia Civil, durante seu interrogatório, Jonathan confessou o crime e disse que não matou a mulher porque a faca usada por ele quebrou. Ele é investigado por feminicídio tentado, qualificado por motivo fútil.

 

Com informações da Polícia Civil de Goiás.