Assalto a banco

Polícia Civil prende autor de explosão a caixa eletrônico em Piracanjuba

Crime foi cometido em agosto. Se condenado, a pena pode chegar a 13 anos

Cidades

Artur Dias
Do Mais Goiás | Em: 04/01/2019 às 18:30:50

(Foto: Reprodução / PC)
(Foto: Reprodução / PC)

A Polícia Civil – PC prendeu, na tarde desta sexta-feira (04), o último autor de um grupo que assaltou uma agência bancária no município de Piracanjuba, a 86 km da capital. José dos Reis Ferreira, conhecido como “Zezin Calção”, tem 46 anos é considerado o mentor do crime, que aconteceu em agosto de 2018.

De acordo com o delegado da PC em Piracanjuba, Leylton Barros, José, em conjunto com Pedro Henrique Santos de Souza e Raul Alves de Araújo Neto, explodiram um caixa eletrônico de uma agência bancária no centro da cidade e fugiram para Goiânia. Os valores furtados não foram revelados pelo banco.

O delegado acredita que José dos Reis foi um dos principais responsáveis pelo crime. “Ele foi até a agência um dia antes e utilizou papel para bloquear a saída de dinheiro. Depois do ato ele levou os outros autores até uma garagem de sua propriedade para ‘esfriar’ o crime. Em seguida, fugiram para Goiânia”, afirmou Leylton.

O caso foi encaminhado à Grupo Antirroubo a Banco da PC, mas a Polícia Civil de Piracanjuba continuou investigando. Raul e Pedro foram presos na capital em outubro e novembro, respectivamente, mas José continuava foragido.

O delegado afirmou ainda que que o preso é conhecido no meio policial, tendo passagens por crime de receptação, além de estar sendo investigado por outros delitos.

Raul e Pedro estão presos na Casa de Prisão Provisória em Aparecida de Goiânia. José dos Reis permanece detido em Piracanjuba até determinação da justiça. Se condenados, as penas somadas para os crimes de furto qualificado e associação criminosa podem atingir até 13 anos.