Cadeia

Polícia Civil prende 14 pessoas em Itaberaí por tráfico de drogas

Operação Ominia Possum foi deflagrada nesta quinta-feira (20) depois de sete meses de investigação




Ominia possum ou omnia possum significa, no latim, “tudo posso naquele que me fortalece”. Esse foi o nome adotado pelo Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) da 4ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), da cidade de Goiás, ao deflagar uma operação nesta quinta-feira (20) para combater o tráfico de drogas em Itaberaí (GO).

A Operação Ominia Possum, que ganhou o nome pela ausência de receio das pessoas investigadas durante cerca de sete meses em serem responsabilizados na Justiça por seus crimes, resultou na prisão de 14 pessoas por tráfico de drogas ou associação ao tráfico em Itaberaí e região. Os trabalhos são coordenados pelo delegado regional Ivaldo Gomes de Mendonça.

Durante os sete meses de investigação, a Polícia Civil prendeu em flagrante algumas pessoas por tráfico de drogas. Mas essas detenções não fizeram com que os presos parassem de negociar drogas de dentro do presídio, informou o delegado. Com isso, os policiais passaram a identificar quem comprava, vendia e fornecia maconha, crack e outros entorpecentes na cidade.

Com provas juntadas ao material da investigação, a Justiça autorizou o cumprimento de 13 mandados de prisão preventiva e busca e apreensão em Itaberaí, Mozarlândia, Itapuranga, Goianira e Goiânia. As penas previstas para a condenação por tráfico de drogas é de cinco a 15 anos de detenção e a associação de três a dez anos.

Foram presos pela Polícia Civil por determinação da Justiça os investigados Eliete Campos Caetano, William Campos Pereirão, conhecido como Secão, Max Millia de Assis, Edimar Fernando Aparecido Dias, a Tita, Guilherme Bento de Oliveira, Maycon Douglas Silva Almeida, o Cupim, Diogo Roberto da Silva Freitas, o Pezão, Evaldo Alexandre Leite Borges, Luiz Carlos da Cruz Romano, Gabriel Augusto Vieira, Marcos Vinicius Campos Podroza, Antônio Lima dos Santos, o Maranhão, e Paulo Henrique Mendes de Aguiar.

Busca e apreensão

Com o cumprimento de 15 mandados de busca e apreensão, quatro pessoas foram presas em flagrante. Uma delas é Eliete Campos Caetano, que foi detida por posse irregular de munição de arma de fogo. Edimar Fernando Aparecido Dias, o Tita, e Evaldo Alexandre Leite Borges foram detidos por tráfico de drogas.

Pablo Soares da Silva Morais foi preso durante um dos mandados de busca, mas não estava na lista de prisões preventivas a serem cumpridas. Ele foi autuado por tráfico de drogas, informou o titular da 4ª Delegacia Regional.

Durante a operação, foram lavrados três Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) por posse de droga para uso. No total, foram presas 14 pessoas. Ajudaram a Polícia Civil na ação equipes do 4º Comando Regional da Polícia Militar (CRPM), da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc) e policiais de outras unidades do Estado.