Do Mais Goiás

Polícia Civil ouve versão de suspeito de matar vizinho a facadas, em Anápolis

Segundo o delegado titular do GIH, o suspeito confessou o crime.

Homicídio foi praticado após discussão em bar, no bairro Paraíso. (Foto: Jonathan Cavalcante)

O suspeito de praticar um homicídio contra a vítima Claudison Pereira de Jesus, 42 anos, em Anápolis se apresentou acompanhado de um advogado na quarta-feira (21) na sede do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da 3ª regional de Polícia Civil. O envolvido não teve a identidade divulgada.

O crime ocorreu no dia 18 de julho, na Avenida Osvaldo Aranha, no bairro Paraíso. No local, a esposa da vítima contou para polícia que o marido se envolveu em uma briga de bar, e ao retornar para casa o suspeito teria pulando o muro da casa e teria matado Claudison à facadas dentro de um quarto.

Em conversa com o Mais Goiás, o delegado Wlisses Valentin, titular do GIH, explicou que o suspeito foi ouvido, confessou o crime e deu sua versão sobre o fato. Testemunhas também serão ouvidas no inquérito.

“Como não estava em flagrante e ainda não havia mandado de prisão, ele foi ouvido e nesse primeiro momento está em liberdade. Agora vamos aguardar a juntada de laudos, ouvir as testemunhas e verificar se a versão por ele apresentada é condizente com a realidade dos fatos”, afirmou.

Na noite do homicídio uma perícia foi realizada na cena do crime, e imagens de câmeras de segurança poderão contribuir nas investigações. “Sobre a permanência dele em liberdade ou não, caberá ao poder judiciário decidir”, afirmou o delegado.

Por @jonathancavalcantejor do Mais Goiás, em Anápolis