Apropriação indevida

Polícia Civil indicia padre Luiz Augusto por crime de peculato

No inquérito, a policia comprova a apropriação indevida da remuneração paga ao padre Luiz na condição de servidor da Assembleia.





//

A Polícia Civil divulgou, na tarde desta segunda-feira (29/06), que o padre Luiz Augusto Ferreira da Silva será indiciado por peculato-estelionato.

De acordo com o artigo 313 do Código Penal, o crime diz respeito a “apropriar-se de dinheiro ou qualquer utilidade que, no exercício do cargo, recebeu por erro de outrem”.

De acordo com a Polícia Civil, o inquérito policial comprovou a apropriação indevida da remuneração paga ao sacerdote na condição de servidor da Assembleia Legislativa.

De acordo com o adjunto da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra a Administração Pública (DERCAP), Rômulo Figueredo de Matos, o inquérito considerou o tempo que o crime durou e o envolvimento dos superiores imediatos do Padre Luiz Augusto na Assembleia Legislativa.

Leia mais no jornal O Hoje

Tópicos