CORAÇÃO MANDOU

Polícia Civil identifica deficiente visual que furtava placas de veículos em Goiânia

Em depoimento, suspeito disse que se o coração dele mandar continuará praticando o mesmo delito

Cidades

Aulus Rincon
Do Mais Goiás | Em: 14/02/2020 às 12:50:39

Em depoimento, suspeito disse que se o coração dele mandar continuará praticando o mesmo delito (Foto: Reprodução)
Em depoimento, suspeito disse que se o coração dele mandar continuará praticando o mesmo delito (Foto: Reprodução)

Câmeras de segurança ajudaram a Polícia Civil (PC) a identificar um deficiente visual de 39 anos que furtou pelo menos duas placas de veículos nesta semana em Goiânia. Interrogado, o suspeito confessou os furtos e disse que, se o coração dele mandar, continuará praticando o mesmo delito.

Duas pessoas procuraram o 7º Distrito Policial em Goiânia e relataram ter tido as placas de seus veículos furtadas na quarta-feira (12) no Jardim América. Ao analisar imagens de câmeras de segurança de comércios onde os carros estavam estacionados, agentes do 7º DP, descobriram que os furtos foram cometidos pelo mencionado suspeito, que estava sozinho e andava com a ajuda de um bastão guia.

Identificado e levado até a delegacia, o deficiente visual confessou o crime. “A princípio ele nos relatou que após os furtos jogou as placas fora, na rua mesmo, mas nós ainda não encontramos nenhuma delas. O que mais chamou a nossa atenção, porém, foi que ele não deu nenhuma explicação plausível para o delito, e ainda afirmou que se o coração dele mandar, vai furtar placas de novo”, contou o delegado Carlos Caetano, que responde interinamente pelo 7º DP de Goiânia.

A princípio, o deficiente visual responderá por furto, mas se confirmar que as placas foram jogadas na rua, será indiciado apenas por dano, delito que tem pena branda, de seis, até um ano de reclusão.

O delegado disse que investiga também a possibilidade dele ter vendido as placas para algum receptador, o que tornaria o crime mais grave, e com pena mais severa, de um, até quatro anos de prisão.