Laylla Alves
Do Mais Goiás

Polícia atira em suspeito de jogar celulares em cadeia de Anápolis

Em fuga de moto, o suspeito passou pelas proximidades de uma igreja evangélica, colidiu com a motocicleta, caiu e levou o tiro no braço, de acordo com os policiais penais

Polícia atira em motociclista que tentou jogar celulares em cadeia de Anápolis
Polícia atira em motociclista que tentou jogar celulares em cadeia de Anápolis

Policiais penais atiraram e acertaram um motociclista que tentou jogar dois pacotes com celulares por cima do muro do Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz, cadeia pública de Anápolis. O caso aconteceu nesta segunda-feira (21), no bairro Recanto do Sol.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), a ação foi toda realizada por policiais penais, que começaram a seguir o homem que tentou fugir, após ter os pacotes interceptados e ser identificado. Quando o suspeito passou pelas proximidades de uma igreja evangélica, ele, então, colidiu com a motocicleta, caiu e levou um tiro no braço. Apesar do ferimento, a PM informou que ele está consciente e estável. Todos os aparelhos foram apreendidos e levados à delegacia.

Ao Mais Goiás, o delegado Ariel Martins, disse que o suspeito foi levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Estadual de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (Huana), onde segue com o estado de saúde estável. A Polícia Civil investiga o caso.

Já a Polícia Penal de Anápolis, por meio de nota, relatou que os procedimentos internos foram abertos para apuração dos fatos e aplicação das penalidades disciplinares aos detentos que receberiam os celulares arremessados. Informou, ainda, que o vigilante penitenciário que atingiu o braço do suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil.

Leia a nota na íntegra:

Foram tomadas todas as providências em relação ao fato envolvendo um servidor da Unidade Prisional Regional de Anápolis, tendo sido instaurada uma sindicância para a apuração do ocorrido.

O vigilante penitenciário temporário, cujo vínculo é contrato por tempo determinado, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil (PC) do município para as providências e investigação criminal necessárias que o caso requer.

Procedimentos internos foram abertos para apuração dos fatos e aplicação das sanções disciplinares aos detentos destinatários dos ilícitos arremessados pelo suspeito envolvido no caso.

Polícia alveja motociclista que tentou jogar dois pacotes por cima do muro de uma cadeia em Anápolis

Polícia alveja motociclista que tentou jogar dois pacotes por cima do muro de uma cadeia em Anápolis (Foto: Polícia Civil)

*Laylla Alves é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Hugo Oliveira

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal www.EMAISGOIAS.com.br pelo WhatsApp (62) 98272-3896 ou entre em contato pelo (62) 3259-6500