Do Mais Goiás

Policarpo promete insistir para que Iris desista de se aposentar

No caso de Maguito ser o nome para a disputa, o presidente da Câmara de Goiânia afirma não saber como o Patriota vai proceder

Romário deve disputar reeleição para presidente da Câmara com apoio de vice de Maguito
Romário deve disputar reeleição para presidente da Câmara com apoio de vice de Maguito

Após reunir-se com o prefeito Iris Rezende (MDB) na tarde desta segunda-feira, o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, vereador Romário Policarpo (Patriota), afirmou à reportagem do Mais Goiás que não vai se conformar com a eventual decisão de Iris de não ser candidato à reeleição. Outros políticos que passaram pelo gabinete de Iris nesta mesma tarde disseram ter ouvido do prefeito que ele decidiu não concorrer. Policarpo mantém segredo a respeito do que ouviu, mas adianta que vai se esforçar para impedir que o prefeito se aposente.

“Só desisto quando não tiver mais jeito, em 14 de setembro, depois convenção”, diz Policarpo.

A equipe do prefeito anunciou que Iris realizará uma videoconferência com a imprensa nesta terça, às 11h30. O meio político vive a expectativa de saber se o prefeito vai confirmar a decisão comunicada a aliados hoje. Há um grupo – do qual faz parte o governador Ronaldo Caiado – que ainda tenta convencer o emedebista a mudar de ideia.

Também nesta segunda-feira, passaram, pelo gabinete do prefeito, figuras como o presidente regional do MDB, Daniel Vilela, e o ex-deputado Lívio Luciano (DEM), entre outros.

Maguito Vilela

O nome do ex-governador Maguito Vilela (MDB) é a bola da vez para substituir Iris como candidato do MDB de Goiânia na disputa pela prefeitura, no caso da desistência do prefeito se confirmar. Sobre a possibilidade de o candidato do MDB ser Maguito, Romário diz que ainda não sabe se o seu partido, o Patriota, o apoiaria.

“Temos que ouvir o que ele tem para o Patriota. Com Iris, era questão pessoal, não só minha, como de todos. Também gosto do Maguito, mas ainda precisamos conversar”.

Informações de bastidores sugerem que a decisão antecipada de Iris de não disputar – caso confirmada – serviria para dar tempo de Maguito se organizar politicamente. O Mais Goiás falou com o ex-governador, mas ele preferiu não fazer qualquer comentário antes do anúncio de Iris.