ADEUS, ISOLAMENTO

PM encerra festa com show sertanejo, jogadores, DJs e carros de luxo em Aparecida

Havia pessoas de classe alta, jogadores de futebol e cantores sertanejos. Chácara foi multada em R$ 10 mil


Jessica Santos
Do Mais Goiás | Em: 07/07/2020 às 09:48:07

Uma festa regada a show sertanejo ao vivo, DJs e carros de luxo foi encerrada na noite de segunda-feira (6), em Aparecida de Goiânia. (Foto: divulgação/PM)
Uma festa regada a show sertanejo ao vivo, DJs e carros de luxo foi encerrada na noite de segunda-feira (6), em Aparecida de Goiânia. (Foto: divulgação/PM)

Uma festa regada a show sertanejo ao vivo, DJs e carros de luxo foi encerrada na noite de segunda-feira (6), em Aparecida de Goiânia. O evento contava com cerca de 100 pessoas e ocorreu em uma chácara no Setor Jardim Paraíso. Local, que já havia sido notificada por aglomeração proibida por causa do novo coronavírus, foi multada em R$ 10 mil.

O evento foi encerrado por equipes da Polícia Militar (PM) e fiscais da Secretaria de Meio Ambiente de Aparecida (Semma) após denúncia anônima. No local, havia pessoas de classe alta, jogadores de futebol e cantores sertanejos, que não tiveram os nomes divulgados.

A festa contava com estrutura luxuosa e frequentadores de alto padrão. Na chácara, foram encontrados narguilés compartilhados entre os participantes da festa, além de bebidas alcoólicas importadas e comida japonesa.

Segundo a Prefeitura de Aparecida, a PM precisou usar spray de pimenta para dispersar a aglomeração que se formou nas suítes do local após os participantes da festa tentarem se esconder. Os participantes foram orientados a deixarem o ambiente. No momento da abordagem, foram apreendidos uma mesa de som, dois controladores para DJ, uma mesa de mistura digital e duas caixas amplificadoras.

Autuação e multa

O homem que se apresentou como responsável pela chácara foi autuado e multado por promover evento com aglomeração de pessoas – em desobediência ao decreto municipal que determina isolamento social como forma de evitar a propagação da Covid-19. Ele também foi autuado por causar perturbação do sossego público com uso de som mecânico, em desacordo com a legislação municipal.

A chácara já havia sido notificada em menos de um mês e, agora, multada foi em R$ 10 mil por reincidência e descumprimento de interdição.