Laylla Alves
Do Mais Goiás

PM é suspeito de atirar na cabeça da ex-companheira na frente do filho, em Nazário

Layanne Caroline Cordeiro está internada no Hugol, em Goiânia

Policial militar atira na cabeça da ex-companheira na frente do filho, em Nazário

A Polícia Militar tenta localizar um policial suspeito de atirar na cabeça da companheira, Layanne Caroline Cordeiro da Silva, às 19h40 do último domingo, em Nazário (a 71,8 km de Goiânia). De acordo com o boletim de ocorrência da PM, Layanne foi baleada em frente ao filho do casal depois de uma discussão. Ela está internada no Hospital de Urgências Otávio Lage (Hugol), em Goiânia.

“Assim que tomou conhecimento do caso, o comando do 22º BPM (Trindade), ao qual o PM pertence, adiligenciou para localizar o militar, a fim de apresentá-lo na delegacia de policia civil de Nazário para que sejam tomadas todas as providências que o caso requer”, diz a PM por meio de nota. A PM informa que abriu procedimento administrativo.

Uma pessoa próxima de Layanne relata ao Mais Goiás que ela e o militar moravam juntos, mas já haviam se separado em ocasiões anteriores e que Layanne queixava de episódios de agressão física. Recentemente, os dois romperam, mas o PM – de acordo com esta fonte – continuava a ameaçar a ex-companheira. “Atormentava o tempo todo”.

O Mais Goiás apurou que o próprio PM levou Layanne para o posto de saúde da cidade, depois da baleá-la. De lá, a vítima foi encaminhada para o Hugol. Ela segue consciente, com fortes dores no corpo, no ouvido e não sente as pernas. A criança que testemunhou o crime está com a família do pai.

Veja a íntegra da nota da PM sobre o caso: 

A Polícia Militar do Estado de Goiás informa que, segundo o Registro de Atendimento Integrado (RAI), um policial militar, em horário de folga, se envolveu em uma discussão familiar no dia 07/02/2021, por volta das 19hs e 40 min, na cidade de Nazário-Goiás. Na ocasião houve uma discussão e sua esposa foi ferida por um disparo de arma de fogo, sendo socorrida e levada para o HUGOL em Goiânia, onde encontra-se internada, porém consciente.

O comando do 22o BPM (Trindade), ao qual o PM pertence, assim que tomou conhecimento do caso, diligenciou para localizar o militar, a fim de apresenta-lo na delegacia de policia civil de Nazário, para que sejam tomadas todas as providências que o caso requer.

Ressaltamos que o policial militar, será apresentado na delegacia de Polícia Civil de Nazário, na tarde desta segunda-feira.

A PMGO, por meio do 22o BPM, determinou abertura de procedimento administrativo para apurar os fatos e está colaborando com os procedimentos realizados pela Delegacia de Polícia Civil de Nazário.