Do Mais Goiás

Pirenópolis recebe prêmio do Ministério do Turismo

Cidade histórica foi destaque em Monitoramento no Turismo Brasileiro


//

A cidade de Pirenópolis, a cerca de 123 quilômetros de Goiânia, foi premiada por registrar a maior evolução no quesito Monitoramento do Índice de Competitividade do Turismo Nacional 2014, uma pesquisa do Ministério do Turismo, em parceria com o Sebrae Nacional e a Fundação Getúlio Vargas. O prêmio foi entregue no último dia 16 de dezembro, em Brasília.

A série histórica do levantamento, que começou em 2008, avalia anualmente o nível de desenvolvimento de 65 destinos considerados indutores do turismo regional.

“Fechamos um ano de muitas conquistas com esse prêmio, que reafirma o trabalho que vem sendo desenvolvido no setor de turismo em nossa cidade. Pirenópolis foi a única cidade goiana premiada, e isso nos confere uma responsabilidade a mais, de representar Goiás nacionalmente”, disse o prefeito de Pirenópolis, Nivaldo Melo, ao receber o prêmio do ministro Vinicius Lages.

O prefeito Nivaldo Melo recebendo o prêmio, em Brasília. (Foto: Divulgação)Para o ministro do Turismo, Vinicius Lages, os exemplos de superação e inovação no turismo provam que o setor vem ganhando importância como atividade econômica em todos os estados brasileiros. “Monitorar e medir as ações desenvolvidas se torna vital quando o objetivo é aperfeiçoar estratégias e identificar erros e acertos das políticas públicas”, afirma Lages.

CRESCIMENTO

Segundo a pesquisa, o desempenho do destino na variável Monitoramento foi notável: em 2013 a cidade conquistou 25,2 pontos, nota que aumentou para 42,9 em 2014. A cidade goiana se destacou no desenvolvimento de pesquisas de oferta e demanda do setor, sistemas de estatísticas de turismo e aferição dos impactos locais da atividade turística. Entre os fatores que mais contribuíram para o aumento da pontuação do destino, está o planejamento estratégico das políticas públicas focadas em ecoturismo e turismo cultural – atributos que estão entre os pontos fortes do destino.

Além disso, também houve progresso na nota geral de competitividade do destino: a média de Pirenópolis passou de 53,6 para 56,5. Receber turistas é a principal atividade econômica do município, segundo a Secretaria Municipal de Turismo: recebe cerca de 300 mil turistas anualmente.

Comemoração foi a palavra de ordem para o secretário da pasta de turismo de Pirenópolis, Sérgio Rady. “Para nós foi uma grande honra receber esse prêmio, principalmente por ele estar em uma categoria tão almejada pelos 65 destinos, que é a questão de monitoramento. E um dos principais motivos para esse crescimento foi a implantação de uma conexão entre o Cadastur e o Alvará de Funcionamento, além das várias pesquisas que foram realizadas durante eventos, ampliando assim o nosso banco de dados para monitoramento. Pirenópolis mais uma vez coloca Goiás em evidência para todo Brasil e enche de orgulho o povo pirenopolino”, destacou.

ÍNDICE GERAL

As 13 variáveis consideradas no relatório do Índice de Competitividade do Turismo Nacional são: Infraestrutura Geral, Acesso, Serviços e Equipamentos Turísticos, Atrativos Turísticos, Economia Local, Capacidade Empresarial, Aspectos Ambientais, Marketing, Políticas Públicas, Cooperação Regional, Monitoramento, Aspectos Sociais e Aspectos Culturais. A versão 2014 do estudo é a sexta da série histórica.