Agência Brasil

Pirenópolis ganha mais uma Reserva Particular do Patrimônio Natural

Unidade na Fazenda Lavras do Abade ocupa mais de quatro hectares.

Prefeitura de Pirenópolis decreta situação de emergência na saúde pública
Prefeitura de Pirenópolis decreta situação de emergência na saúde pública

O município de Pirenópolis, em Goiás, ganhou nesta sexta-feira (9) mais uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). A portaria publicada no Diário Oficial da União pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) transforma a Fazenda Lavras do Abade em uma dessas unidades de conservação local.

A RPPN Mata da Borboleta Azul ocupa área total de 4,61 hectares e passa a ser administrada pelo atual dono da fazenda, Sávio Cruvinel Câmara, que ficará responsável por garantir o cumprimento da lei que instituiu o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998).

A RPPN é uma categoria de unidade de conservação criada pela vontade do proprietário rural, sem que seja realizada a desapropriação de terra. Nestas áreas é permitido atividades recreativas, turísticas, de educação e pesquisa, desde que sejam autorizadas pelo órgão ambiental responsável.

Com a criação da reserva também fica garantida a preservação da beleza natural, ambientes históricos, proteção de recursos hídricos, manejo de recursos naturais, desenvolvimento de pesquisas científicas, manutenção de equilíbrios climáticos ecológicos e outros serviços ambientais.