Do Mais Goiás

Pintor é acusado de tentar matar esposa com golpes de garrafas em Goiânia

Acusado irá à júri popular por tentativa de feminicídio

Pintor é acusado de tentar matar esposa com golpes de garrafas e cacos de vidro
(Foto: Reprodução/Pixabay)

A justiça recebeu a denúncia e irá julgar o caso de um pintor acusado de tentar matar a companheira com golpes de garrafas e cacos de vidro, em Goiânia. Francisco Gomes dos Santos irá a júri popular pela tentativa de feminicídio contra Andressa da Costa Silva durante uma festa realizada no setor Asa Branca.

De acordo com a denúncia, oferecida pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO), Francisco e Andressa moravam juntos a cerca de seis meses. Segundo o órgão, o relacionamento era conturbado, marcado pela violência doméstica e “fruto do comportamento agressivo e doentio do denunciado”.

No dia 28 de março, o casal foi até a casa de uma amiga para um festa. No local, o denunciado ficou bêbado, começou a discutir e a dar tapas na companheira. Pessoas que estavam no local tentaram defende-la, mas Francisco pegou uma garrafa de pinga e acertou a cabeça da vítima, o que a fez cair no chão.

Mesmo com outros presentes tentando contê-lo, ele alcançou uma segunda garrafa e acertou Andressa novamente na cabeça. Depois disso, ele tentou perfurá-la com cacos de vidro, mas foi finalmente segurado pelos outros convidados até a chegada da Polícia Militar, que o prendeu em flagrante.

De acordo com o promotor responsável pelo caso, Cláudio Braga Lima, a tentativa de homicídio foi praticada contra mulher por razões da condição do sexo feminino, num contexto de violência doméstica e familiar, tendo restado caracterizada a relação íntima de afeto entre as partes.