Pesquisa

Pesquisa Veritá/TV Record Goiás: Marconi tem 45,7% das intenções e 53,7% dos votos válidos

Governador tem 20,9 pontos de frente sobre Iris




//
//

A nova rodada da pesquisa Veritá para a disputa ao Governo de Goiás, divulgada na noite desta quinta-feira (02/10) pela TV Record Goiás, mostra Marconi Perillo (PSDB), candidato à reeleição, com 45,7% das intenções de votos e deve sair vitorioso das urnas já no próximo domingo (05/10).

De acordo com a pesquisa, realizada entre 28 de setembro e 2 de outubro, o candidato tucano está 20,9 pontos porcentuais à frente de Iris Rezende (PMDB), o segundo colocado, com 24,8% dos votos. 

O candidato do PSB, o ex-prefeito de Senador Canedo Vanderlan Cardoso, tem 10,2% das intenções. O candidato do PT, o ex-prefeito de Anápolis Antônio Gomide, aparece com 3,5%. Os demais candidatos obtiveram entre 0,3 e 0,5% das intenções de votos.

Segundo o Veritá, 8,2% dos eleitores afirmam que votarão em branco ou anularão o voto e 6,7% se dizem indecisos. A margem de erro da pesquisa é de 2,09 pontos porcentuais, para mais ou para menos.

ESPONTÂNEA

Na pesquisa espontânea, em que o eleitor escolhe livremente o candidato de sua preferência, Marconi obtém 39,7% das intenções, com oscilação positiva de 1,9 ponto porcentual. Iris, por sua vez, registra 20,5% das intenções, com oscilação positiva de 1,4 ponto porcentual na comparação com a rodada anterior. Vanderlan tem 9,6% das intenções na pesquisa espontânea e Gomide aparece com 3,4%.

VOTOS VÁLIDOS

Em votos válidos – forma usada pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado da eleição –, Marconi alcança 53,7% dos votos, diante de 29,1% de Iris – o que garantiria ao tucano a vitória em primeiro turno. Vanderlan tem 12% e Gomide, 4,1% dos votos válidos. Os demais candidatos têm, juntos, 1,1% dos votos válidos.

METODOLOGIA

A margem de erro do levantamento é de 2,09 pontos porcentuais. O Instituto Veritá entrevistou 2.203 eleitores e a pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO) sob o número GO-00174/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00965/2014.