Pesquisa vai identificar quem já teve covid em 2,7 mil casas de Goiânia

Inquérito populacional realizado pela Prefeitura de Goiânia usará exame sorológico por quimiofluorescência

A Prefeitura de Goiânia pretende realizar, neste sábado, 19, um inquérito populacional com o objetivo de identificar quem já contraiu o novo coronavírus na capital. A pesquisa será realizada em 2.700 residências de todas as regiões da cidade, escolhidas por sorteio. Consiste em aplicar um exame sorológico por quimiofluorescência que detecta os anticorpos do Sars-CoV-2.

Este será o quinto inquérito populacional realizada pela Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS). A pasta destaca que a pesquisa é diferente da testagem que tem sido aplicada na população, para detectar a presença do coronavírus, uma vez que objetiva contabilizar somente aqueles que já tiveram a covid-19.

Ainda segundo a SMS, está prevista a aplicação de 2.700 testes, na mesma quantidade de endereços: uma pessoa por residência. O esquema adotado foi o de alternância. A cada duas casas, uma, a sorteada, será examinada, com o procedimento sendo repetido três vezes numa quadra. A cada quadra, duas são puladas e assim por diante. “Pode ser que dê menos ou mais testes, mas a ideia são dois mil e setecentos”, afirmou a assessoria da secretaria.

Neste inquérito, conforme informado pela SMS, não serão utilizados os testes rápidos doados pelo Ministério da Saúde, mas sim o exame sorológico por quimiofluorescência que detecta anticorpos IgG, do coronavírus, no organismo. O exame foi doado pelo Departamento de Epidemiologia do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (IPTSP-UFG) e exige uma estrutura laboratorial maior, com aparelhos específicos para leitura da presença de anticorpos que mostram se a pessoa teve ou não a doença.

Segundo a SMS, cerca de 800 profissionais, sendo 400 coletores e 400 agentes de endemias, estarão trabalhando no inquérito, “todos devidamente uniformizados, usando máscaras e jalecos para segurança e proteção de todos”.

Os resultados dos exames, que serão processados pelo laboratório Rômulo Rocha da UFG, serão divulgados em aproximadamente 7 dias no site da Prefeitura de Goiânia .

Inquéritos anteriores

A SMS já realizou quatro inquéritos populacionais para covid-19 em todas as regiões da capital, totalizando mais de 11.700 testes até o momento. O último, realizado no dia 11 de julho, mostrou um aumento no número de casos na capital.

Das 2.577 pessoas testadas, 166 apresentaram resultado positivo para o novo coronavírus. Conforme projeções da Vigilância Epidemiológica da SMS, isso significa que 6,4% da população de Goiânia já teve a doença.