MISOGINIA

“Pensei que fosse mais bonitinha e nova”, diz candidato em Trindade sobre adversária

Em áudio divulgado em grupo de WhatsApp, candidato a vereador em Trindade disse que pensava que Renata Vieira fosse “mais nova e mais bonitinha”


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 16/10/2020 às 17:37:40

Delegada Renata Vieira (PSD)
Delegada Renata Vieira (PSD)

A delegada Renata Vieira (PSD), candidata a vereadora em Trindade, foi vítima de comentários machistas em um grupo de WhatsApp. Ao Mais Goiás, ela conta que um de seus adversários, Luciano da Rocha (Cidadania), encontrou-se com ela em uma feira livre e mandou um áudio em um grupo dizendo que achou que ela fosse “mais nova e mais bonitinha”. “Se fosse um homem, ele não faria esse tipo de comentário”, disse a delegada.

O portal teve acesso ao áudio. Confira: “Bom dia meu povo, bom dia a todos do nosso grupo. Estava andando aqui na feira e vi a companheira Renata, pedindo votos. Tinha um arsenal de gente atrás dela. A mulher é candidata a prefeita, é? Mas também pensei que era bem mais bonitinha e mais nova, né? Rapaz, sem comentários…”. Ouça:

Ao Mais Goiás, Renata Vieira disse que não podia ficar calada diante dessa situação preconceituosa, e levou a denúncia a Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ), da qual faz parte. “Como luto contra essa situação, a associação decidiu fazer uma nota de repúdio.” Para ela, se fosse um homem, Luciano não comentários do tipo.

ABMCJ e Luciano

Em nota, a Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ), por sua comissão do estado de Goiás, repudiou o comportamento e a fala “sexista e de cunho misógino” Luciano da Rocha, “em grupo de WhatsApp, disponível à qualquer pessoa por compartilhamento, de forma a incentivar a violência de gênero”. E ainda: “Não podemos compactuar com tal comportamento direcionado a qualquer mulher, por sua condição de gênero.”

Depois da repercussão, Luciano publicou um vídeo pedindo desculpas. “Queria me retratar com a doutora Renata. Não foi maldade da minha parte e quero pedir desculpa para a Dra. Renata e para as mulheres de Trindade, se eu tiver ofendido. Não tive a menor intenção de fazer isso.”