Do Mais Goiás

Pedro Wilson diz que PT vai resgatar a cor vermelha na eleição em Goiânia

Pedro, que é pré-candidato a vice-prefeito na chapa de Adriana Accorsi, também defendeu o legado do partido em Goiânia

Pedro Wilson diz que PT vai resgatar o vermelho e outras cores
Pedro Wilson diz que PT vai resgatar o vermelho e outras cores

O ex-prefeito de Goiânia Pedro Wilson (PT), que aceitou a missão de ser o vice na chapa da candidata a prefeita Adriana Accorsi (PT), disse, nesta terça-feira, que o PT vai resgatar o vermelho de sua bandeira, deixado em segundo plano em Goiânia e em outras cidades do Brasil na eleição de quatro anos atrás. “Quem xingou a Dilma, está vendo o buraco que o Brasil entrou. Temos a cor vermelha, do sangue, do coração, do Flamengo, do Vila Nova”, respondeu bem humorado.

Pedro abordou o assunto após ser questionado se o partido repetiria a estratégia de 2016, quando Adriana Accorsi – novamente pré-candidata à prefeitura – utilizou menos a cor vermelha, dado o momento de antipetismo.

Na entrevista, Pedro Wilson também defendeu o legado do partido em Goiânia. Na avaliação dele, Paulo Garcia – cujo mandato até hoje é alvo de críticas – fez uma administração “dentro das condições” da época. “Tanto que depois de dois anos [era vice de Iris Rezende e assumiu], foi reeleito. Deu apoio à educação, à saúde, deu início obras do BRT, que só não foram concluídas por causa das chuvas e das verbas”, expôs e completou: “Não vamos esconder o Paulo e nem ninguém.”

Paulo Garcia geriu Goiânia até 2016. Ele faleceu em 2017, em decorrência de um infarto fulminante. Além dele, o PT teve como prefeitos na capital Darci Accorsi (1993 a 1996) e Pedro Wilson (2001 a 2004).