Cidades

PC prende suspeito de matar mulher enforcada com cinto em Aragarças

De acordo com a corporação, crime pode ter sido motivado por uma dívida contraída pela vítima em um acidente de trânsito em 2017


Kayque Juliano

Do Mais Goiás | Em: 07/05/2019 às 11:18:03


O suspeito está preso na preso na cadeia pública do município (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
O suspeito está preso na preso na cadeia pública do município (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

A Polícia Civil (PC) de Aragarças cumpriu um mandado de prisão temporária, na tarde desta segunda-feira (6), contra um homem de 33 anos suspeito de matar uma mulher, de 45, enforcada com um cinto. De acordo com as investigações, a vítima contraiu uma dívida com o suposto homicida em razão de um acidente de trânsito em 2017. O crime ocorreu em novembro de 2018.

Segundo a corporação, no dia 6 de novembro de 2018, a vítima Genoriza Luiza de Jesus foi encontrada morta por familiares em sua residência, no Setor Ceará, na mencionada cidade. De acordo com a corporação, ela apresentava sintomas de violência na região do pescoço. Perícia conduzida no local viabilizou a detecção de um cinto masculino, o qual mais tarde foi apontado, em laudo, como arma do crime.

No decorrer das investigações, a polícia chegou até o suspeito que frequentemente cobrava da vítima uma dívida de um acidente de trânsito. Conforme apurou a polícia, ela sofria até ameaças de morte. “Em novembro do ano passado, ela pegou o carro do suspeito emprestado e sofreu um acidente. Desde então, ele cobrava a mulher uma quantia de R$ 3 mil para o conserto do carro, mas ela não tinha dinheiro para pagar” afirma , o delegado Ricardo Galvão.

De acordo com o delegado, logo após o crime, o suspeito, que já teve um relacionamento com a vítima, foi para algumas clínicas de tratamento de dependência química para ficar fora da cidade e não ser alvo das investigações. Contudo, foi detido ao passar por uma instituição na cidade de Três Ranchos. Ele foi encaminhado à Cadeia Pública da cidade, onde permanecerá até o fim das investigações.