prisão

PC prende suspeito de homicídio em Caiapônia; vítima teve o corpo carbonizado ainda vivo

Dívida de R$ 200 referente a drogas teria sido a motivação do crime. Outro envolvido já está detido, e terceiro continua foragido

Cidades

Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 01/07/2019 às 18:45:01

Lucas Domingues Carvalho é um dos envolvidos no homicídio em Caiapônia (Foto: Divulgação/PC)
Lucas Domingues Carvalho é um dos envolvidos no homicídio em Caiapônia (Foto: Divulgação/PC)

Nesta segunda-feira (1) A Polícia Civil (PC) de Caiapônia prendeu preventivamente Lucas Domingues Carvalho, 20 anos, terceiro suspeito de envolvimento em um homicídio do dia 25 de maio no município. A vítima, Agnaldo Fernando de Melo, de 36 anos, foi espancado com capacetes e teve o corpo carbonizado. Exames periciais constataram que os autores atearam fogo na vítima quando ainda estava viva.

De acordo com a PC, o segundo envolvido no assassinato, Júlio Cezar de Souza, 23 anos, havia sido preso temporariamente por 30 dias. E, na última sexta-feira (28), a prisão foi convertida para preventiva. O terceiro suspeito, Reibs de Souza Barbosa, 36, continua foragido.

Segundo Ronaldo Leite, delegado responsável pelo caso, o homicídio foi devido a uma dívida de drogas. “Agnaldo devia R$ 200 para Júlio César. Então os três atraíram a vítima e o espancaram com uma capacete na  GO-221. Eles levaram Aguinaldo até uma estrada vicinal e atearam fogo nele com gasolina. Exames periciais constataram que a vítima ainda estava viva no momento”, relata o delegado.

O inquérito policial que investiga o crime será remetido ao Poder Judiciário em dez dias.

*Fabrício Moretti é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Thaís Lobo