PC investiga discussão em trânsito que resultou em tiro contra veículo em Aparecida

Vídeo gravado por um leitor do Mais Goiás mostra o homem fora do veículo atirando contra um carro que esta à frente; ninguém se feriu


Kayque Juliano
Do Mais Goiás | Em: 06/05/2019 às 11:32:05

Os disparos não acertaram o veículo e ninguém ficou ferido 
(Foto: Reprodução)
Os disparos não acertaram o veículo e ninguém ficou ferido (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil (PC) investiga uma briga de trânsito que quase termina em tragédia na tarde de domingo (5), no Jardim Esmeralda, em Aparecida de Goiânia. Imagens gravadas por morador da região mostram o momento em que um dos envolvidos atira contra um veículo que trefega pela rua. Nas imagens é possível perceber um homem caminhando pela Rua Fortaleza já com a arma em punho em direção ao veículo Omega Suprema. Em seguida, ele atira contra o carro e retorna para a BMW que está parada na via com a porta do motorista aberta.

Segundo o condutor do Omega Suprema, que preferiu não se identificar, a discussão aconteceu após ele passar o veículo em cima de uma terra que estava na rua. Em razão disso, o condutor da BMW começou a segui-lo. “Ele começou a buzinar e me xingar, falando que eu gostava de jogar pedras no carro dos outros. Eu fiquei sem entender e continuei seguindo”, explica o rapaz envolvido.

De acordo com o motorista, ele estava a caminho da feira com dois sobrinhos de 12 e 15 anos. Os menores ficaram assustados e deitaram nos bancos do veículo. “Ele ficou exaltado alegando que era policial civil e mandando eu descer do carro. Quando eu pedi a carteira de identificação, ele não se identificou, foi quando eu continuei seguindo viagem”, narra o rapaz.

Posteriormente, o atirador desceu do veículo e caminhou até o Omega Suprema que trafegava em baixa velocidade. Ele disparou duas vezes. Nenhum dos disparos acertou o carro. Felizmente ninguém ficou ferido.

Após os tiros, o condutor do Omega narra que conseguiu retornar no quarteirão e despistar o atirador. “Eu e meus sobrinhos ficamos super assustados, foi muito rápido. Todo mundo me conhece na região e sabe que nunca fui bandido”, questiona o condutor.

O caso é investigado pelo 2º distrito policial de Aparecida de Goiânia. De acordo com o delegado Lúcio Flávio Bernardes Melo, o dono da BMW já foi identificado e não é policial. Contudo, ele apura se outra pessoa estava conduzindo o veículo no momento da briga. Após a identificação, os envolvidos serão ouvidos até que o caso seja concluído.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias) em