Operação Cota Extra

PC divulga balanço de mandados e afastamentos cumpridos na prefeitura de Cristianópolis

O prefeito da cidade, Jairo Gomes Júnior, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo


Rafael Oliveira
Do Mais Goiás | Em: 31/10/2019 às 08:44:52

Prefeito Jairo Gomes Júnior foi preso em flagrante. Polícia Civil cumpriu nove mandados de busca e apreensão e quatro afastamentos de funções públicas (Foto: PC-GO)
Prefeito Jairo Gomes Júnior foi preso em flagrante. Polícia Civil cumpriu nove mandados de busca e apreensão e quatro afastamentos de funções públicas (Foto: PC-GO)

A delegada titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap), Tatiana Barbosa, vai divulgar o resultado da operaçãoCota Extra” na manhã desta quinta-feira (31), em entrevista coletiva na própria delegacia, às 10h. Na segunda fase da empreitada,  conduzida na quarta (30), agentes cumpriram nove mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Cristianópolis e em endereços particulares de políticos. Em cumprimento de determinação judicial, também agiram pelo afastamento do prefeito Jairo Gomes Pereira Júnior (PSB) das funções públicas.

Três secretários, de Obras e Transportes, Santiago Castro Machado; de Saúde, Leandra Cristina Oliveira Pereira; e de Administração, Dário Fonseca Faustino; também foram afastados. A suspensão das funções públicas terá duração de 90 dias. O líder do Executivo municipal acabou detido em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

A investigação apura a ocorrência dos crimes de desvio de dinheiro público, peculato e associação criminosa no setor de abastecimento de combustível de toda a frota da prefeitura, veículos e maquinários, entre os anos de 2016 e 2018.

Busca e apreensão

Na prefeitura de Cristianópolis, as buscas foram realizadas nas secretarias de Administração e Recursos Humanos, Transporte, Limpeza e Obras Públicas; no Controle Interno e ainda no gabinete do chefe do Poder Executivo. A operação apreendeu aparelhos celulares, eletrônicos e documentações com relação de prova aos fatos investigados.

Na 1ª fase da “Cota Extra”, realizada no ano passado, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e realizada vistoria policial em toda a frota veicular do município.