Agência O Globo

Pazuello é nomeado para secretaria ligada ao gabinete presidencial

Nomeação do ex-ministro da Saúde foi publicada em edição extra do Diário Oficial

STF nega recursos e libera quebra de sigilos de Pazuello, Ernesto e
STF nega recursos e libera quebra de sigilos de Pazuello, Ernesto e "Capitã Cloroquina" (Foto: Agência Brasil)

O ex-ministro Eduardo Pazuello foi nomeado como Secretário de Estudos Estratégicos da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos (SAE), órgão vinculado à Presidência da República. A nomeação foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) na tarde desta terça-feira.

A SAE é comandada pelo almirante Flávio Rocha. Pazuello deverá receber um salário de R$ 16.944,90. A nomeação foi assinada pelo ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos.

Como o GLOBO mostrou nesta terça-feira, a nomeação ocorrere após Pazuello ter blindado o presidente Jair Bolsonaro em seu depoimento na CPI da Covid, no Senado, e dias depois ter comparecido a uma manifestação ao lado do presidente no Rio de Janeiro. Pela participação neste ato, o ex-ministro, que é general da ativa, está respondendo a um procedimento administrativo no Exército e pode ser punido.