Fim do Mandato

Paulo Garcia diz que vai deixar R$ 2,1 bilhões para a gestão de Iris Rezende

Segundo o prefeito, os recursos serão destinados à reconstrução do asfalto de Goiânia, restauração de pavimentos, revitalização de calçadas e outros




O prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), se prepara para deixar o Executivo municipal. Segundo ele, a próxima gestão, justamente de seu antecessor, Iris Rezende (PMDB), vai contar com R$ 2,1 bilhões em caixa para a administração da cidade.

A declaração do prefeito foi feita durante entrevista coletiva nesta quinta-feira (29), na ocasião da inauguração da ponte da Rua 1018, no Setor Pedro Ludovico. Segundo Paulo Garcia, os recursos que deixará para a próxima gestão serão destinados à reconstrução do asfalto de Goiânia, restauração de pavimentos, revitalização de calçadas, reformas urbanas, reurbanização de córregos, habilitação de corredores exclusivos para o transporte público, construção de centros de saúde, apoio à gestão, estudos e auditorias.

“Tenho uma visão muito otimista, por isso, estou muito feliz de encerrar essa administração com inaugurações, principalmente pelo momento que vivenciamos”, disse. “Além disso, vale ressaltar que dos recursos que deixaremos, US$ 100 milhões de dólares serão para a recuperação do asfalto da cidade.”

O prefeito comentou também que os recursos permitirão que Goiânia continue promovendo o respeito ao planejamento urbano e histórico e modernizando a infraestrutura da cidade. “A atual gestão sempre trabalhou de forma integrada, coletiva e continuada para captar recursos relevantes e duradouros para a melhoria geral da cidade e da qualidade de vida da população. Termino a administração de cabeça erguida, pois tenho a grata a satisfação de ter cumprido a missão de trabalhar durante todo esse tempo com honestidade e integridade”, pontuou.

Ponte da Rua 1018

A obra entregue nesta quinta-feira fará a ligação entre o bairro e a região do Setor Jardim Goiás no sentido Norte/Sul. A ponte tem estrutura de concreto armado, com extensão de 52.5 metros com 20 metros de largura, e faz parte das obras do prolongamento da Marginal Botafogo.

Durante entrevista coletiva, o prefeito afirmou que a ponte é um desejo antigo da comunidade, “pois cria um novo acesso para a região Sul da cidade”.