Após o BBB

Paula, vencedora do BBB 19, é indiciada por intolerância religiosa pela Polícia Civil do Rio

Prática teria sido realizada ainda dentro do reality, quando ela citou que tinha medo do participante Rodrigo por ele ter "contato com esse negócio de Oxum (...)"


FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress | Em: 19/04/2019 às 08:51:46

Paula, do BBB 19 (Foto: Divulgação)
Paula, do BBB 19 (Foto: Divulgação)

Vencedora do prêmio de R$ 1,5 milhão do Big Brother Brasil 19, Paula von Sperling Viana, 28, foi indiciada nesta quinta-feira (18) por intolerância religiosa praticada durante o programa contra Rodrigo.

A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), da Polícia do Rio, concluiu que houve preconceito por parte dela contra Rodrigo após investigação, que ouviu os envolvidos no caso e analisou vídeos da atração.

Agora, o inquérito policial será encaminhado à Justiça, que vai analisar o caso e pode decidir por três caminhos: concordar que houve crime e fazer uma denúncia (abrindo um processo); pedir a coleta de novos dados e provas; ou entender que não houve crime e recomendar o arquivamento do inquérito. A pena é de um a três anos de prisão e multa.

“Após a oitiva dos envolvidos, análise de vídeo e demais diligências realizadas, concluiu-se pela ocorrência de injúria por preconceito (art. 140 §3º do Código Penal), que acarretou o indiciamento de Paula von Sperling Viana”, informou a Polícia do Rio em nota. Paulo prestou depoimento na segunda (15).

Durante o programa, Paula disse ter medo de Rodrigo por ele ter “contato com esse negócio de Oxum (…) Eu tenho medo disso”. Alertada por Hariany para não falar mais sobre o assunto sob o risco de ser rotulada como preconceituosa, Paula afirmou: “Mas eu não sou não [preconceituosa]… Nosso Deus é maior.”

A mineira de Lagoa Santa ganhou o BBB 19 no último dia 12 com 61,09% dos votos contra Alan, que teve 38,91%.