Francisco Costa
Do Mais Goiás

Patriota desembarca do paço de Goiânia junto com o MDB

Colemar José e Célio Campos, da cota da sigla, estão entre os 14 secretários que deixaram a gestão

Patriota desembarca do Paço junto com o MDB
Patriota desembarca do Paço junto com o MDB (Foto: Jucimar de Sousa)

Patriota deixou a gestão do prefeito de Goiânia Rogério Cruz (Republicanos) junto com o MDB, nesta segunda-feira (5). Célio Campos de Freitas Júnior, titular da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia; e Colemar José de Moura Filho, da Controladoria-Geral do Município – que fazem parte da cota do partido – também estão entre os 14 secretários que deixaram a prefeitura.

Vale lembrar, o Patriota foi o primeiro partido a declarar apoio ao MDB, durante o pleito passado. Em relação aos vereadores da sigla, que inclui o presidente da Câmara Romário Policarpo e Cabo Senna, ainda não há definição.

Destaca-se, quatorze secretários municipais ligados aos MDB entregaram os respectivos cargos após reunião realizada na manhã desta segunda-feira (5). O desembarque, segundo exposto, acontece em decorrência da insatisfação do partido com mudanças realizadas no secretariado, além de decretos de paralisação de obras e alegada centralização de poder na Secretaria de Governo, gerida por Arthur Bernardes, nome indicado pelo Republicanos nacional.

O presidente do MDB estadual, Daniel Vilela, disse em entrevista coletiva na manhã desta segunda que houve rompimento por parte do prefeito Rogério Cruz (Republicanos) ao projeto de governo estabelecido durante a campanha de 2020. A partir daí, os desgastes com mudanças sem conversas prévias e decretos com centralização de poderes culminaram com o rompimento.

“Começaram a fazer trocas que não haviam sido combinadas e começaram a afetar os trabalhos. Perguntei ao prefeito, que disse serem boatos, mas estes acabaram se confirmando”. Daniel diz ter procurado o prefeito e ficou sem resposta por 15 dias sobre as mudanças e pretensões.

Saiba mais AQUI.