Do Mais Goiás

Patrícia Abravanel é criticada após minimizar homofobia e ironizar sigla LGBTQIA+

Apresentadora defendeu Caio Castro e Rafa Kalimann e disse que apenas parte da comunidade gay nasce com esta orientação

Rafa Kalimann Silvio Santos Patrícia Abravanel é criticada após minimizar homofobia e ironizar sigla LGBTQIA+
(Foto: Divulgação)

O nome da apresentadora Patrícia Abravanel esteve entre os assuntos mais comentados do Twitter nesta terça-feira (1º) após uma polêmica durante o programa “Vem pra cá” (SBT). Na atração, a filha de Silvio Santos comentou a situação envolvendo Caio Castro e Rafa Kalimann que repercutiu nas redes sociais na última segunda (31) e minimizou a homofobia.

“Eu acredito que nós, mais velhos, e nós que fomos educados por pais mais conservadores, a gente está aprendendo, a gente está se abrindo, mas eu acho que é um direito também das pessoas respeitarem. Por que não concordar em discordar?”, disse a apresentadora.

Patrícia Abravanel afirmou que não acha que o ator Caio Castro ou a ex-BBB Rafa Kalimann sejam preconceituosos ou homofóbicos: “Eu acho que eles realmente foram educados de uma outra maneira”.

Para Patrícia, apenas parte da comunidade gay nasce com esta orientação sexual. Nas palavras dela, outros “escolhem”, seguir esse caminho.

Nesse ponto, a funcionária do SBT debochou da sigla LGBTQIA+: “Então, assim como ‘LGDBTYH’, não sei, querem respeito, eu acredito que eles têm que ser mais compreensivos com aqueles que hoje ainda não entendem direito e estão se abrindo pra isso”, disse.

Após a fala, Patrícia precisou ser corrigida pela produção do “Vem pra cá”. Após um intervalo, Gabriel Cardoso, um dos produtores do programa, voltou dizendo: “No intervalo, a primeira coisa que a gente fez foi conversar sobre o discurso. O público em geral quer saber o que é cada coisa da sigla. Hoje a sigla atual é LGBTQIA+”, explica.

Abravanel disse que o produtor a avisou que a forma como ela pronunciou “LGBT” não foi legal. “Para tirar possíveis dúvidas dos espectadores, Gabriel trouxe um papel explicando cada letra da sigla LGBTQIA+”, continuou.

Produtor do "Vem pra cá" corrigiu Patrícia Abravanel e trouxe um papel explicando o significado da sigla LGBTQIA+ - Reprodução/SBT - Reprodução/SBT

Nas redes sociais, não faltam críticas à apresentadora.

Em família

Silvio Santos, pai de Patrícia, também já foi acusado de preconceito nas redes sociais. Em 2019, durante uma competição no ‘Programa Silvio Santos’, o apresentador ignorou a votação do público, que escolheu uma participante negra como a melhor intérprete de “Caneta Azul”, e premiou a concorrente por, segundo ele, ser “mais bonita”.

Na época, o deputado estadual Jesus dos Santos, 35, (PSOL), fez uma representação contra o apresentador por causa do episódio. “Quando um apresentador, dono de um canal que é uma concessão pública, ratifica e continua perpetuando piadinhas racistas, isso passa a ser um problema no qual encontramos aparato constitucional para enquadrá-lo”, afirmou o deputado.