Do Mais Goiás

Pastor é preso suspeito de estuprar seis crianças entre 2000 e 2010, em Itaberaí

De acordo com a Polícia Civil, as vítimas tinham de 3 a 4 anos de idade na época que foram abusadas

Pastor foi preso suspeito de estuprar de seis vítimas identificadas até o momento
Preso pastor suspeito de estuprar ao menos seis crianças em Itaberaí (Foto: divulgação - PC)

Um pastor foi preso suspeito de estuprar seis crianças em Itaberaí. Willian de Sousa Adriel, 53, foi localizado na própria residência na manhã desta terça-feira (14). A Polícia Civil (PC) autorizou a divulgação do nome e imagem do detido para que eventuais outras vítimas o reconheçam.

O delegado Kristian Felipe da Rosa revela que os supostos abusos tiveram início nos anos 2000 e foram sendo praticados ao longo da década. As vítimas tinham entre três e quatro anos na época.

Suspeito de estuprar seis crianças usava cargo de pastor para obter confiança das vítimas

Ainda de acordo com o delegado, Willian se aproveitava do cargo que tinha em um igreja evangélica para poder abusar sexualmente das crianças. “Ele se aproveitava da confiança que as famílias depositavam nele para praticar atos libidinosos contra as vítimas”, destaca.

O homem foi autuado por estupro de vulnerável, cuja pena é de oito a 15 anos de prisão. O pastor está à disposição da Justiça no presídio de Itaberaí.

*A divulgação da imagem do investigado segue em conformidade com o despacho do delegado responsável pela investigação, fundamentado nos ditames da Lei nº 13.869/2019 e a Portaria nº 02/2020-PCGO, haja vista que podem existir outras crianças/adolescentes vítimas do autor. Há, portanto, interesse público na divulgação da imagem, de modo que outras eventuais vítimas façam seu reconhecimento e compareçam na Delegacia de Polícia para a tomada das providências legais cabíveis.