Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás

Vereador propõe instalação de alambrados em parques municipais de Goiânia

Requerimento foi encaminhado para Amma e Prefeitura de Goiânia, e visa a proteção de frequentadores, fauna e flora do local

Os parques municipais de Goiânia poderão contar com alambrados ao redor de sua extensão. É isso que quer o vereador Paulo Magalhães (PSD), que fez um requerimento à Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) e à Prefeitura de Goiânia. De acordo com o parlamentar, a obra seria necessária para levar mais segurança à população, flora e fauna existentes nesses locais.

Segundo a proposta do vereador, os alambrados seguiriam o modelo já existentes no Parque Areião, que são de dois metros de altura. O objetivo do cercado é evitar que os parques sejam alvo de violência, como os incêndios criminosos ocorridos no ano passado.

“Parque Areião, Bosque dos Buritis, Jardim Botânico, entre outros, sofreram com grandes destruições causadas pelas chamas. O alambrado vem para contribuir na dificultação dessa prática criminosa, que prejudica a paisagem visual e põem em risco a flora e fauna”, ressalta.

O parlamentar também destaca que famílias têm receios de andar com seus filhos ou até mesmo de fazer uma simples caminhada após o expediente de trabalho. “Em alguns locais, após às 18 horas, já se tornam pontos para usuários de drogas e até mesmo de prostituição. A criação da Guarda Florestal, onde os agentes ficarão responsáveis apenas para os parques, também se faz necessária para um bom funcionamento ao local”, conta.

Mais propostas

A criação da nova corporação seria para cumprir uma função executiva de atenção às áreas verdes da cidade. De acordo com o parlamentar, a Guarda Civil Municipal não conseguem ficar 24 horas por dias nos locais. “Os guardas acabam atendendo ocorrências e fazem vigilâncias em prédios municipais, como escolas, cais, ciams, entre outros. Os parques precisam de uma atenção especial e um olhar mais atencioso”, explica.

O vereador ainda observa que fez um requerimento pedindo que seja impedida a utilização de patins, skates e cachorros de grande porte nas pistas de caminhada dos parques. “A necessidade disso é para evitar acidentes e possíveis incômodos para quem está realizando exercícios físicos pela via correta”, completa.

O Mais Goiás entrou em contato com a Amma, mas as nossas ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem.