Do Mais Goiás

Parque da Chapada dos Veadeiros será restaurado com sementes nativas do Cerrado

À ocasião, sementes nativas do bioma serão plantadas, como capim-andropogon-nativo, capim rabo-de-burro, amargoso, fedegosão, cajuí, maria-preta e mirindiba

Evento sobre restauração do Cerrado será realizado na Chapada dos Veadeiros
Evento sobre restauração do Cerrado será realizado na Chapada dos Veadeiros

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, no Distrito de São Jorge, em Alto Paraíso de Goiás, será restaurado na próxima sexta-feira (29). Sementes nativas do Cerrado serão plantadas, como capim-andropogon-nativo, capim rabo-de-burro, capim-amargoso, fedegosão, cajuí, maria-preta e mirindiba. A atividade de plantio faz parte do Dia de Campo Restauração Ecológica e Semeadura Direta.

“O Parque atualmente tem cerca de 100 hectares restaurados. O legal é que vamos mostrar aos participantes como se faz a semeadura direta e também como fica, já que desde 2012 é realizada a técnica no local”, conta a gerente do projeto, Camila Motta. Segundo ela, a semeadura direta se trata do plantio de uma mistura de sementes, ao invés de mudas. “Chamamos essa mistura de muvuca”, explica.

Camila ainda diz que o plantio será feito com maquinário. “Mas dá pra fazer com as mãos também, porém no evento haverá apenas a demonstração aos participantes”, afirma. Por fim, a organizadora reitera a importância de profissionais da área participarem. “Pois além da troca de experiências, será uma oportunidade divulgar a restauração do bioma por meio da semeadura direta”, reforça.

O Dia de Campo integra o cronograma do Projeto Mercado de Sementes e Restauração: Promovendo Serviços Ambientais e Biodiversidade. Segundo a organização, todas as sementes a serem plantadas são coletadas na região, por famílias de coletores da Associação Cerrado de Pé e comercializadas pela Rede de Sementes do Cerrado (RSC). Esta última responsável pela realização do projeto. O objetivo do evento é divulgar ações e técnicas bem sucedidas de restauração do bioma.

 

sementes nativas do Cerrado serão plantadas, como capim-andropogon-nativo, capim rabo-de-burro, amargoso, fedegosão, cajuí, maria-preta e mirindiba (Foto: Luana Santa Brígida/Divulgação)

sementes nativas do Cerrado serão plantadas, como capim-andropogon-nativo, capim rabo-de-burro, amargoso, fedegosão, cajuí, maria-preta e mirindiba (Foto: Luana Santa Brígida/Divulgação)