Brexit

Parlamento impede plano de Boris para acordo com UE e brexit deve ser adiado

Parlamentares vetaram o cronograma expresso de votação proposto pelo governo por 322 votos a 308


FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress | Em: 22/10/2019 às 22:27:57

Parlamento britânico. (Foto: Reprodução)
Parlamento britânico. (Foto: Reprodução)

O premiê Boris Johnson acumulou uma nova derrota no Parlamento britânico nesta terça-feira (22). O planejamento para acelerar a análise do projeto de saída do Reino Unido da União Europeia foi atrasado em uma votação dos legisladores.

Os parlamentares vetaram o cronograma expresso de votação proposto pelo governo por 322 votos a 308. Isso deveria ser fechado nesta semana, segundo um acordo de Boris com a União Europeia feito na semana passada.

Assim, o acordo teria que passar pelo processo legislativo tradicional, que é mais lento e inclui também debates nos comitês do Parlamento. Diante disso, o Parlamento não conseguirá votar a legislação para a ruptura até 31 de outubro, que é a data marcada para acontecer.

O motivo da derrota de Boris foi o pouco tempo dado aos parlamentares para analisar o projeto do brexit. O premiê, então, retirou a discussão da pauta e vai voltar a conversar com líderes europeus para discutir os próximos passos.

A derrota foi uma espécie de frustração para Boris, que havia obtido uma vitória na Casa no mesmo dia. Com 329 votos favoráveis e 299 contrários, os parlamentares aceitaram o avanço da pauta pela primeira etapa do processo legislativo.

Como o adiamento é inevitável, Boris vai tratar com a União Europeia uma nova data para o brexit. O premiê gostaria de ver o desfecho até novembro, mas o Parlamento britânico prefere que a pauta fique para 2020.