Do Mais Goiás

Papa Francisco traz reflexões sobre a pandemia em seu novo livro

No livro, o Papa Frascisco reflete sobre a pandemia e o atual momento que vivemos. O lançamento aconte pela Editora Planeta

Papa Francisco lança livro
Papa Francisco reflete sobre a pandemia e os significados do momento que enfrentamos, em seu novo livro (Foto: Reprodução/ Rumos da Fé)

Foi no dia 27 de março do ano passado que o Papa Francisco, na deserta Praça de São Pedro, conversou com milhões de pessoas, sintonizadas em ambiente virtual por todos os cantos do mundo: “Em meio à tempestade, o Senhor nos convida a acordar e ativar a solidariedade e a esperança, sustento e significado nesta hora em que tudo parece naufragar“. Era apenas o começo da pandemia, mas ao longo de seu alastramento, o chefe máximo da Igreja Católica também se revelou como um ponto de referência constante, não apenas para os fiéis, mas para todos que enfrentavam e seguem enfrentando a doença. No livro  “Deus e o Mundo que Virá”, o leitor pode acompanhar várias reflexões sobre o momento que vivemos.

A obra, que chega às lojas pela Editora Planeta, traz conversas com o jornalista Domenico Agasso, onde Papa Francisco traz inúmeras observações sobre a pandemia. ajudando o leitor a encontrar significado em momento de grande sofrimento para o mundo todo, ressaltando sempre a importância da união entre todos, sem distinção – algo tão difícil nos últimos tempos.

A vida é estarmos sempre juntos, e a fraternidade é imprescindível, porque sozinhos, mais cedo ou mais tarde, entramos em colapso. Se cuidarmos uns dos outros, todos poderemos viver melhor“, afirma ele.

Em “Deus e o Mundo que Virá”, o pontífice discute sobre a dignidade do trabalho e o papel da mulher na sociedade, além de observar que o papel da Igreja é se voltar aos mais necessitados, sem se “entrincheirar”.

Em um dos trechos, Domenico questiona sobre o que leva algumas pessoas a se referirem a ele como “papa pauperista e comunista”. Francisco responde: “Não é uma questão de política partidária, nem mesmo de ideologia. É o centro do Evangelho. E o primeiro a dar o exemplo foi Jesus, que se tornou pobre como nós. (…) Lembro-me de um santo bispo brasileiro dizia: ‘Quando cuido dos pobres, dizem que sou santo; quando pergunto a todos sobre as causas de tanta pobreza no mundo, me chamam de comunista‘”, reflete.

O livro já está disponível para compra na Editora Planeta. Clique aqui para conferir o preço e ver mais detalhes.

Um pouco mais sobre os autores de “Deus e o Mundo que Virá”

Francisco S.J, nascido Jorge Mario Bergoglio – o Papa Francisco – nasceu em Buenos Aires, na Argentina, em 17 de dezembro de 1936. Filho de imigrantes italianos, é sacerdote da Companhia de Jesus desde 1969. Foi ordenado bispo em 1992, nomeado arcebispo de Buenos Aires em 1998 e criado cardeal em 2001. No dia 13 de março de 2013, o Conclave o elegeu Bispo de Roma, o 266º papa da Igreja Católica. Escolheu seu nome de pontífice inspirando-se em Francisco de Assis, porque simboliza “homem da pobreza, homem da paz”.

Domenico Agasso nasceu em 1979. Formado em Ciências Políticas, jornalista e escritor, é vaticanista do jornal La Stampa e coordenador do Vatican Insider, site independente de informações sobre a Santa Sé e a Igreja Católica. Acompanhou o Papa Francisco em diversas viagens e recebeu duas entrevistas exclusivas para seu jornal, em agosto de 2019 e em março de 2020. Este livro é fruto de suas conversas pessoais com o pontífice.

Leia também: