Do Mais Goiás

Pai e filho são presos suspeitos de matarem dono de restaurante em Anápolis

Dupla teria ido ao local para cobrar uma dívida de R$ 40 mil. Vítima foi diagnosticada com paraplegia e morreu após 28 dias internada

Pai e filho foram presos em Anápolis, acusados de homicídio (Foto: Divulgação/PC)

A Polícia Civil (PC), prendeu na última terça-feira (27), dois homens suspeitos de homicídio qualificado. Altair P. Morais, 66 anos, e o filho Adail S. Morais, 37, teriam matado Jocelito Oliveira Costa, 35, proprietário de um restaurante no Setor Vila Residencial Pedro Ludovico, em Anápolis.

De acordo com a PC, no dia 17 de julho deste ano, Altair e Adail foram ao local para cobrar uma dívida de R$ 40 mil, emprestados para a irmã de Jocelito. Após uma discussão no restaurante, Altair efetuou um disparo que atingiu as costas da vítima. Os dois fugiram do local a pé.

Segundo Wllisses Valentim, delegado do Grupo de Investigações de Homicídios (GIH), pai e filho alegaram na delegacia que agiram por legítima defesa. Contudo, depoimentos de testemunhas dão conta que os dois chegaram armados no estabelecimento e agrediram a vítima antes de Altair efetuar o disparo.

“Eles se apresentaram na delegacia 48h depois do crime, evitando o flagrante. Como não havia mandado de prisão, saíram pela porta da frente. Após ouvirmos as testemunhas, decretamos a prisão temporária dos dois”, afirmou Wllisses.

Depois do disparo, Jocelito Oliveira Costa ficou internado por 28 dias e morreu no dia 14 de agosto após sofrer uma parada cardíaca. Ele tinha sido diagnosticado com paraplegia e sofria com as complicações decorridas do disparo. Jocelito deixou uma esposa e um filho de dois anos.

Jocelito foi alvejado com um tiro nas costas em um restaurante de Anápolis (Foto: Reprodução/Facebook)