Do Mais Goiás

Padrasto é preso suspeito de estuprar enteada de 17 anos em Catalão

Garota narrou que estava sozinha em casa com o padrasto quando o crime aconteceu

Padrasto é preso suspeito de estuprar enteada de 17 anos em Catalão
Padrasto é preso suspeito de estuprar enteada de 17 anos em Catalão (Foto: Reprodução - PC)

Um homem está preso suspeito de estuprar a enteada de 17 anos em Catalão, no sudeste de Goiás. De acordo com a Polícia Civil, o investigado, 35, foi preso em flagrante na tarde desta quinta-feira (9), após ser denunciado pela mãe da adolescente, até então sua esposa.

À mãe, a garota narrou que estava sozinha em casa com o padrasto, no bairro Nossa Senhora de Fátima, quando ele “lhe chamou insistentemente” para procurar um aparelho celular. Porém, ela não queria fazer aquilo e fingiu estar falando com outra pessoa no telefone dela.

A partir disso, a vítima afirma que o homem a puxou pelo braço e lhe pressionou contra o portão, apontando um canivete para ela e lhe mandado a calar a boca, caso contrário a mataria. Em seguida, o padrasto conduziu a garota para um quarto, a sentou na cama e começou a beijá-la.

A adolescente afirmou em depoimento que implorava para que o homem não lhe fizesse mal e que tentou se esquivar e resistir ao abuso. No entanto, revelou ter sentido mal-estar provocado pelo nervosismo, momento em que o homem teria aproveitado para forçar a relação sexual.

Suspeito de estuprar enteada de 17 anos a ameaçava com canivete

Ainda segundo a adolescente, durante todo o estupro, o homem se manteve segurando o canivete em mãos para ameaçá-la. Segundo a polícia, a garota não apresenta lesões aparentes e nega ter sido agredida fisicamente pelo padrasto.

Após o abuso, o suspeito teria ameaçado a enteada mais uma vez, para que ela não revelasse o crime à polícia e parentes. Na sequência, ele saiu para trabalhar e ligou para a vítima questionando onde ela estava e afirmando que não retornaria para casa naquela tarde.

Padrasto teria tentado abusar da vítima em outra ocasiões

A menina revelou ainda que o homem já havia tentando abusar sexualmente dela em outras ocasiões, há aproximadamente dois anos. Porém, ela havia decidido manter o segredo, por conta das ameaças. Dessa vez, a adolescente contou dos abusos para a mãe, que foi até a Delegacia para registrar o crime.

A vítima foi encaminhada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Catalão, para realizar exames que podem comprovar o abuso.

Com as informações, a Polícia Militar (PM) realizou buscas pela região, onde localizou e prendeu o suspeito em flagrante.

O homem foi levado pelos militares à Central de Flagrantes, onde foi autuado por estupro de vulnerável. Posteriormente, o suspeito foi encaminhado para a Unidade Prisional local, ficando a disposição da Justiça.