Educação

OVG abre inscrições para o Programa Bolsa Universitária

Os estudantes que forem selecionados terão direito ao benefício a partir do ano letivo de 2016.





//

O programa Bolsa Universitária, mantido pelo Governo do Estado e executado pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), abre inscrições para Processo Seletivo 2015. São oferecidas cinco mil bolsas – quatro mil parciais e mil integrais. O período de inscrições começa no próximo dia 23 (quarta-feira) e vai até o dia 2 de outubro. Os estudantes que forem selecionados terão direito ao benefício a partir do ano letivo de 2016.

Podem se inscrever para concorrer à bolsa parcial, alunos de universidades particulares com renda bruta familiar mensal de até seis salários mínimos. Já para a bolsa integral, o candidato precisa ter renda bruta familiar mensal de até três salários mínimos. O estudante deve residir em Goiás e ser matriculado em Instituição de Ensino Superior no Estado. Ele também não pode ter outro curso superior e seu grupo familiar pode ter no máximo um imóvel.

Inscrições
As inscrições devem ser feitas pelo site www.ovg.org.br. O candidato deve acessar o link “Portal Bolsa Universitária”, e em seguida, “Inscrições”. Ler o edital com atenção; preencher, salvar e imprimir o formulário de inscrição.

Os estudantes classificados na primeira etapa do processo seletivo serão convocados para entrevista, momento em que deverão apresentar os documentos exigidos no edital. A convocação será divulgada no site da OVG no dia 8 de outubro. Os universitários do interior devem apresentar a documentação na instituição de ensino indicada no agendamento.

No caso dos candidatos de faculdades/universidades da capital e de Aparecida de Goiânia, os documentos deverão ser apresentados na sede do PBU ou na respectiva Instituição, de acordo com o agendamento disponibilizado no site.

No ato da entrevista, o aluno deve ter em mãos o formulário de inscrição impresso, foto 3×4, cópias e originais dos documentos pessoais e apenas cópia dos documentos do grupo familiar. O não comparecimento implicará na automática desclassificação do estudante. Atualmente, 21 mil alunos em Goiás cursam o ensino superior com o auxílio do programa Bolsa Universitária. Desde a criação do PBU em 1999, 158 mil estudantes de baixa renda já foram beneficiados.

Tópicos